10 rótulos nobres que afastam da cachaça qualquer ideia de bebida barata

Getty Images/kimrawicz

Getty Images/kimrawicz

De bebida proibida, a cachaça se tornou um dos primeiros destilados da América a ser produzido em larga escala com relevância econômica

No dia 13 de setembro de 1661, uma rebelião no Rio de Janeiro fez com que a Corte Portuguesa legalizasse a cachaça – muito disseminada nos engenhos de açúcar do país – para venda e fabricação. De bebida proibida, a cachaça se tornou um dos primeiros destilados da América a ser produzido em larga escala com relevância econômica. Atualmente, é possível encontrar rótulos de até R$ 7.500 nos mercados brasileiros.

Segundo análise do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), o número de registros de estabelecimentos produtores de cachaça e de aguardente cresceu 4,14 % no último ano. Com tantas opções no mercado, como reconhecer o que realmente vale a pena? E todas as caras são boas?

LEIA MAIS: Vintage Culture investe em marcas de vodca e gin russas

Para Rafael Araújo, idealizador do portal de e-commerce “Cachaçaria Nacional”, o primeiro ponto é confirmar a idoneidade do produto, já que a informalidade ainda é bastante presente no setor. “O primeiro e mais importante fator é saber se essa cachaça é registrada no MAPA. A única forma de atestar isso é através da garrafa e do rótulo contendo o número de registro e também o selo de IPI”, explica ele.

Após essa análise, também é possível avaliar a bebida sensorialmente, a partir do visual e do aroma. “A cachaça deve ser límpida, sem resíduos internos e brilhante. Já o aroma deve ser agradável, com álcool controlado e que não agrida o nariz. Não pode conter cheiro de vinagre ou acetona, por exemplo. Na boca, é comum ‘arder’ a língua, porém, ao deglutir, não pode arranhar e queimar. Deve descer aveludada”, diz, acrescentando que as cachaças de alta qualidade são complexas em aroma e sabor.

Para o Dia da Cachaça, a Forbes Brasil conversou com Araújo e Isadora Bello Fornari, consultora de bebidas e especialista em produtos nativos, para indicar cachaças nobres que merecem figurar entre as melhores (e mais caras) do país.

Confira, na galeria abaixo, as indicações dos especialistas:

Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação
Divulgação

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

O post 10 rótulos nobres que afastam da cachaça qualquer ideia de bebida barata apareceu primeiro em Forbes Brasil.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.