39.000 aberturas de conta por dia útil: muito além do cashback, veja quais são os planos do Méliuz para o futuro

SÃO PAULO — Com quase 19 milhões de contas abertas e 8,8 milhões de usuários ativos, o Méliuz (CASH3) continua determinado a crescer. Apenas no segundo trimestre de 2021, a companhia registrou a abertura média de mais de 39.000 contas por dia útil e, segundo Luciano Valle, diretor de relações com investidores do grupo, o foco é no avanço tanto da base de clientes quanto na quantidade de pessoas do time.

“A gente entregou no final do segundo trimestre mais de R$ 3,7 bilhões de GMV, no acumulado dos últimos 12 meses. Representa um crescimento de mais de 80% quando a gente compara com o ano anterior. Não foi só isso. No nosso braço de serviços financeiros, a gente passou da marca de R$ 2 bilhões de TPV com o produto de cartões cobranded que a gente tem dentro do Méliuz no final do segundo trimestre deste ano, o que representa 7 vezes o valor que a gente tinha no ano passado”, disse.

A live faz parte do projeto Por Dentro dos Resultados, em que o InfoMoney entrevista CEOs e diretores de importantes companhias de capital aberto, no Brasil ou no exterior. Eles falam sobre o balanço do segundo trimestre de 2021 e sobre perspectivas. Para acompanhar todas as entrevistas da série, se inscreva no canal do InfoMoney no YouTube.

Leia mais: 30 milhões de assinantes em 40 países: potência de apps e games, para onde a Bemobi pretende ir?

O executivo destacou que o Méliuz chegou ao final do segundo trimestre com mais de seis milhões de cartões solicitados em sua plataforma. A receita ficou em R$ 55 milhões, impulsionada tanto pelo segmento de shopping (compra em parceiros) quanto no braço de serviços financeiros.

“A visão é que o Méliuz quer se posicionar como uma empresa que ajuda no aspiracional dos nossos clientes em relação àquilo que eles desejam ter, seja uma viagem, uma casa ou comprar algum bem, trocar uma televisão. A gente acredita que é aí o lugar que a gente tem que estar presente. É no aspiracional dos nossos clientes”, afirmou o DRI.

Valle destacou ainda que a pandemia trouxe mudanças no hábito de consumo das pessoas, que podem ter encontrado uma comodidade maior nas compras online, um benefício “que não volta atrás”, segundo ele. “Até então a gente estava muito focado em ajudar nossos usuários a comprar da forma mais inteligente possível. A gente está partindo para uma fase em que a gente vai querer que ele continue comprando da forma mais inteligente possível, mas criando as condições melhores para fazer isso”, disse.

O diretor falou ainda sobre as aquisições feitas pelo Méliuz e se há novos projetos de M&A em estudo, e também comentou sobre a dificuldade que as empresas de tecnologia enfrentam atualmente em encontrar desenvolvedores. “Não só a qualidade técnica está difícil e bem concorrida, mas aqui no Méliuz a gente gosta de funcionários com perfil empreendedor”, afirmou.

Valle falou ainda sobre investimentos, sobre ampliação do app, sobre a experiência com bitcoin na plataforma da companhia através da Alper, sobre aumento da concorrência e programas próprios de cashback entre alguns players do varejo e sobre a busca de novos parceiros em setores que ainda não atuam. Assista à live completa acima, ou clique aqui.

Conheça o plano de ação da XP para você transformar os desafios de 2022 em oportunidades de investimento.

The post 39.000 aberturas de conta por dia útil: muito além do cashback, veja quais são os planos do Méliuz para o futuro appeared first on InfoMoney.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.