A importância do bem-estar animal e seus pilares

São Paulo 10/9/2021 –

Com foco na orientação dos tutores e na promoção do cuidado com os animais, o Conselho Federal de Medicina Veterinária criou a campanha sobre bem-estar animal, onde são abordados temas como saúde, alimentação nutritiva, lar e condições em que vivem.

Os animais são capazes de sentir emoções como felicidade e medo, assim como o ser humano. Ter um pet hoje em dia, é algo que muitos querem – e até possuem, mas é importante ressaltar a necessidade de promover um cuidado específico, que vai além de dar um lar e carinho para o animal.

Campanha de bem-estar animal

Por isso, o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) lançou uma campanha nacional sobre bem-estar animal que tem como objetivo informar e conscientizar a população e os tutores de pets sobre o seu papel, tendo os médicos-veterinários e zootecnistas como grandes aliados na promoção do cuidado com os animais. A campanha conta com ações variadas, que buscam levar as pessoas e os profissionais à reflexão e ao maior entendimento sobre o bem-estar animal.

Pilares do bem-estar animal

O bem-estar dos animais indica como eles lidam com as condições em que vivem, isso envolve o estado de saúde física, comportamental e mental. É possível afirmar que os pets estão em boas condições de bem-estar quando são capazes de expressar seus comportamentos naturais, por exemplo: o comportamento natural do cão é cavar, farejar, latir etc. Além disso, o animal deve aparentar que está saudável, confortável, bem nutrido, e que não está sofrendo com estados desagradáveis, tais como dor, medo e angústia.

Os pilares do bem-estar animal são conhecidos como as cinco liberdades:

– A liberdade de dor e doença: está relacionada às questões de saúde física, como ferimentos e dores. No caso dos animais de estimação, existe o risco de transmissão de doenças entre os bichos e os seres humanos. Mas esse é um risco que pode diminuir quando os cães e gatos estão saudáveis e com a vacinação em dia.

– Livre de desconforto: considera-se o ambiente em que os pets vivem, a temperatura de seu abrigo deve promover conforto e possuir um lugar de descanso apropriado. Cães e gatos que não possuem um lar ficam mais expostos a chuvas, frio e vento.

– Livre de medo e estresse: neste pilar, os animais precisam ser tratados de modo a evitar que sofram emocionalmente, por isso, devem ser mantidos em ambientes seguros.

– Livre para expressar seu comportamento natural: os pets precisam de um espaço adequado, que não restrinja seus comportamentos de alta motivação, propício para cada espécie, com recursos e tarefas que permitam que ele execute seus comportamentos naturais.

– Livre de fome e sede: um dos principais pilares do bem-estar animal é a nutrição. Eles devem possuir acesso a comida e água na quantidade e qualidade ideais. O conceito não diz respeito somente à fome, mas também se o animal é capaz de se alimentar sempre que tem necessidade, se recebe uma dieta nutritiva adequada para suas condições, e também, se a água oferecida é limpa e fresca, proporcionando a hidratação apropriada.

Oferecer uma alimentação completa e balanceada desde os primeiros dias de vida para os animais é algo que pode garantir sua longevidade. Mas fazer a escolha da melhor ração não é tão simples como parece, pois o mercado pet possui inúmeras opções de alimentos, de todos os tipos e valores. Nesses casos, é importante levar em consideração os benefícios que o alimento possui para a idade, porte e estilo de vida do animal.

Consultar um médico-veterinário é sempre a melhor decisão quando existem dúvidas sobre alimentação e qualquer outro assunto relacionado à saúde dos bichos. Uma opção com nutrição baseada em biologia é a linha Science Diet, da Hill’s Pet Nutrition.

Website: https://www.hillspet.com.br/

0

0

O post A importância do bem-estar animal e seus pilares apareceu primeiro em Portal Comunique-se.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.