Acusado de estupro, Mendy, do City, ficará preso até janeiro de 2022

Benjamin Mendy, do Manchester City, seguirá preso até 24 de janeiro de 2022, quando seu julgamento definitivo começará. Ele foi acusado de quatro estupros e uma agressão sexual contra menores.

O lateral está na prisão de Altcourse, no norte de Liverpool, desde 27 de agosto. A defesa dele tentou pagar uma fiança, mas a Justiça negou. Nesta sexta-feira (10/9), ele compareceu ao Chester Crown Court e foi ouvido pelo juiz. Em 15 de novembro, terá uma nova audiência preliminar.

“As acusações foram feitas por três mulheres, maiores de 16 anos e, supostamente, ocorreram entre outubro de 2020 e agosto de 2021. Mendy foi detido e deve aparecer no Tribunal de Magistrados de Chester na sexta-feira, 27 de agosto”, afirmou a polícia de Cheshire em agosto.

Após a prisão dele ser decretada, o City o suspendeu imediatamente. “O clube pode confirmar que, após ser acusado pela Polícia, suspendeu a Benjamin Mendy enquanto se aguarda o investigação apropriada”, disse em comunicado.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

O post Acusado de estupro, Mendy, do City, ficará preso até janeiro de 2022 apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.