Alerta amarelo aponta risco de temporais em 38 cidades de MT nesta terça-feira, diz Inmet


A chuva deve ser acompanhada de vento intenso, entre 40 e 60 quilômetros por hora. Previsão para esta semana é de pancadas de chuva
Luiz Alves/Prefeitura de Cuiabá
O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu novo amarelo de perigo de chuvas intensas em 38 cidades de Mato Grosso nesta terça-feira (14).
Segundo o Inmet, a previsão é de chuvas com volume total de 20 a 30 milímetros por hora ou até 50 milímetros por dia.
A chuva deve ser acompanhada de vento intenso, entre 40 e 60 quilômetros por hora.
Os municípios com alerta amarelo são:
Alta Floresta
Apiacás
Aripuanã
Brasnorte
Carlinda
Castanheira
Cláudia
Colíder
Colniza
Cotriguaçu
Guarantã do Norte
Ipiranga do Norte
Itanhangá
Itaúba
Juara
Juína
Juruena
Matupá
Nova Bandeirantes
Nova Canaã do Norte
Nova Guarita
Nova Maringá
Nova Monte Verde
Nova Santa Helena
Novo Horizonte do Norte
Novo Mundo
Paranaíta
Peixoto de Azevedo
Porto dos Gaúchos
Rondolândia
Santa Carmem
Sapezal
Sinop
Sorriso
Tabaporã
Tapurah
Terra Nova do Norte
Vera
Com o alerta amarelo, o órgão alerta para o risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas. Para evitar transtornos, a orientação do Inmet é que aparelhos elétricos e quadro geral de energia sejam desligados.
Em caso de rajadas de vento, a recomendação é para que as pessoas não se abriguem debaixo de árvores, por causa do risco de queda e descargas elétricas. Motoristas devem evitar estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda.
Temporais em MT
Na semana passada, um temporal causou estragos em Juína, no norte do estado. A chuva com vento que durou cerca de meia hora destelhou várias casas, serrarias, órgãos públicos, e o Lar dos Idosos do município. Também derrubou árvores e postes de energia.
Árvores caíram com a ventania
Marcos Fabiano Peres Sales/Juína News
O prédio da secretaria de Educação teve destelhamento no setor de arquivos e na varanda, mas não houve danos aos documentos.
No domingo (12) a chuva provocou a queda de pelo menos três árvores, sendo duas em Cuiabá e Várzea Grande, na região metropolitana, e causou ainda danos na estrutura na igreja matriz da paróquia Nossa Senhora da Guadalupe, no bairro Morada do Sol, na capital.
Danos provocados por forte chuva na Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, em Cuiabá
Ruberlei Siqueira/TVCA
Os registros foram nos bairros Ribeirão do Lipa e Altos da Boa Vista, em Cuiabá, e 23 de Setembro, em Várzea Grande.
Uma tempestade acompanhada de ventos fortes também gerou danos a uma linha de transmissão de energia ao longo da MT-343, na região do município de Denise.
Equipes da Energisa de toda a região e Cuiabá trabalhavam para reestabelecer o fornecimento, que foi retomado ainda no mesmo dia. Mais de 22 mil consumidores foram afetados.
Tempestade acompanhada de ventos fortes gerou danos a uma linha de transmissão de energia ao longo da MT-343, neste domingo (12), na região do município de Denise, em Mato Grosso
Energisa
O vendaval derrubou estruturas que fazem essa transmissão de energia, afetando cidades de Nova Olímpia e Barra do Bugres.
Ainda, devido aos fortes ventos, na região de Assari, houve queda de mais seis postes de energia, o que comprometeu ainda mais a possibilidade de remanejamento das cargas.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.