Alívio e esperança para afegãos evacuados no primeiro voo após retirada dos EUA

Eles esperaram horas no aeroporto de Cabul, ansiosos para deixarem para trás um país governado pelo Talibã. Mas nesta quinta-feira (9), chegou ao fim a longa espera dos 113 passageiros do primeiro voo de evacuação após a saída das forças dos Estados Unidos do Afeganistão.

O Boeing 777 decolou às 18h30 (11h30 no horário de Brasília) do aeroporto da capital afegã e pousou 2h45 mais tarde no Catar, onde os passageiros fazem uma escala antes de chegar ao seu destino final.

Em Cabul, uma mãe empurrava o carrinho de bebê de seu filho, enquanto o marido ficava ao lado dos filhos mais velhos, que pareciam entusiasmados durante a viagem de ônibus que os levou à aeronave.

“Alemanha”, gritou o homem quando um jornalista da AFP perguntou a ele qual era seu destino.

Outro passageiro, um americano de origem afegã, disse que estava indo para Washington D.C. Os seis membros de sua família tentaram várias vezes, sem sucesso, fugir do Afeganistão na segunda quinzena de agosto.

Após a tomada de Cabul pelos talibãs em 16 de agosto, o exército americano organizou uma gigantesca e caótica ponte aérea, que permitiu que mais de 123 mil pessoas deixassem o país.

Mas grupos talibãs impediram os viajantes de se aproximarem da infraestrutura do aeroporto, onde enormes filas se formaram e ocorreram momentos de grande tensão.

“Lutei com os talibãs em 28 de agosto e agora não me sinto muito bem”, contou à AFP o americano de origem afegã, que pediu para não ser identificado, para não colocar em risco seus parentes que ainda estão no Afeganistão. “Me disseram que algumas pessoas seguiam procurando por mim.”

“Tenho sentimentos confusos, porque, por um lado, deixo minha mãe e meus irmãos aqui (no Afeganistão), onde não se sentem seguros”, reconheceu. “Mas, por outro lado, é muito emocionante”, já que viaja com sua esposa e quatro filhos.

– Viagem de ida –

A situação do terminal aéreo de Cabul nesta quinta-feira era completamente diferente do desastre de 31 de agosto, um dia após a saída das últimas tropas dos EUA.

Escombros e cartuchos que estavam no chão foram limpos, cabines de madeira foram instaladas para a realização dos procedimentos de imigração e duas esteiras de malas foram consertadas.

Obras frenéticas, executadas por uma equipe catariana que trabalhou incansavelmente, permitiram transformar um aeroporto destruído em um terminal funcional.

“Bem-vindo ao aeroporto de Cabul”, diz uma nova placa na área de registro de passageiros. Também instalaram televisões em cima dos balcões e o piso de mármore estava brilhando.

Agentes de segurança do Catar, vestidos de preto e ostensivamente armados, eram responsáveis por garantir a segurança. Porém, talibãs também estavam presentes em vários pontos do aeroporto, principalmente nas entradas laterais.

Quando o avião estava prestes a decolar, um grupo de islâmicos percorreu a pista para tirar selfies e os agentes catarianos chamaram sua atenção.

Finalmente, o avião alçou voo com seus 113 passageiros carregando apenas a passagem de ida.

O post Alívio e esperança para afegãos evacuados no primeiro voo após retirada dos EUA apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.