Após 1 ano e meio parada, maior cliente do Embraer E2 volta aos céus

A maior cliente da última geração de jatos brasileiros Embraer saiu da hibernação e voltou às operações após um ano e meio parada.

Divulgação: Embraer




A empresa canadense Porter sempre se baseou em voos domésticos e internacionais de curta duração utilizando turboélices De Havilland Canada Dash 8-400 (Q400/DHC-8-400), mas sofreu com a pandemia e decidiu entrar em uma espécie de hibernação. Desde março de 2020, a empresa não voava mais, sendo uma das poucas que parou totalmente para retomar atividades tanto tempo depois.

Essa empresa é a mesma que, recentemente, fez uma mega encomenda à Embraer, a maior já registrada até hoje para o modelo E2, superando a da brasileira Azul.

Divulgação – Porter Airlines

A empresa voltou a voar ontem (8) do Aeroporto Bishop, em Toronto, com seus turboélices, para Montreal, Ottawa e Thunder Bay. Nos próximos 10 dias outras cidades canadenses irão retornar à programação e os voos para os EUA serão retomados no dia 17 de setembro. Por fim, todas as rotas regulares pré-pandemia estarão disponíveis a partir do dia 6 de outubro.

Com o avanço da vacinação no Canadá, que está aberto para brasileiros vacinados, foi possível retomar as operações da Porter de forma robusta. No ano que vem, a empresa começa a receber os jatos Embraer E195-E2, que permitirão voos para toda a América do Norte sem escalas saindo do Aeroporto Pearson, em Toronto.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Porter Airlines




O post Após 1 ano e meio parada, maior cliente do Embraer E2 volta aos céus apareceu primeiro em AEROIN.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.