Aracaju não registra taxa de ocupação de leitos de enfermarias Covid-19 nas últimas 24h


De acordo com a SMS, a internação zerada acontece pela primeira vez desde o início da pandemia. Leitos Covid-19
Divulgação/SMS/Aracaju/Arquivo
Aracaju não registrou taxa de ocupação de leitos de enfermarias Covid-19 nas últimas 24h pela primeira vez desde o início da pandemia, de acordo com informação divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) nesta quinta-feira (9).
Segundo a SMS, a internação zerada deve-se ao avanço da vacinação e das ações de monitoramento de circulação do vírus, como o TesteAju.
Outro índice que demostra estabilidade da pandemia na capital é o não registro de óbitos no mês de setembro. O óbito que aparece no boletim de quarta-feira (8), ocorreu em 21 de agosto, sinalizado ontem por transferência de Itabaiana para Aracaju. Da mesma forma os óbitos noticiados dias 1°, 2 e 3, os quais ocorreram em meses anteriores e só agora foram transferidos para a capital.
De acordo com dados epidemiológicos da Secretaria Municipal da Saúde, apresentados durante reunião do Comitê de Operações Emergenciais (Coe), Aracaju tem queda de 30% dos casos nos últimos 14 dias.
A SMS informou que Aracaju tem, até o momento, 80% da população adulta vacinada com primeira dose e 32,7% com esquema vacinal completo, Além disso, a capital apresentou, nesta semana, a menor média de casos positivos desde o início da pandemia, em março de 2020. A queda na positividade de exames RT PCR, considerando os últimos 14 dias, é de 79,48%. Comparando com julho, os exames coletados em agosto caíram 29,58%.
Apesar do avanço, a SMS alerta que o momento ainda pede cuidados sanitários, como uso de máscara, e defende a vacinação como medida eficaz de controle.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.