Arquiteto termina com noivo e arruma outra na véspera do casamento

Você é convidado para um casamento, mas, quando chega à cerimônia, um dos noivos não é a pessoa que tinha o nome no convite. Foi exatamente essa a surpresa que os convidados do arquiteto e decorador Eder Meneghine, 60 anos, tiveram ao chegar ao casamento dele, na última terça-feira (7/9). No convite, quem se casaria com Eder seria o então namorado dele, de 23 anos. Porém, quem disse o “sim” foi o ex-namorado dele, o chefe de cozinha Hugo Oliveira, de 44 anos.
Eder explicou que o namoro terminou faltando menos de 24 horas para a cerimônia, que custou R$ 250 mil, disse ao G1. “Eu o conhecia relativamente muito pouco. A gente se gostava, e eu o levei para morar comigo na minha casa. Com o tempo, eu tive essa vontade de fazer essa festa de casamento, como eu já fiz para muitas pessoas, vários artistas. E eu falei com ele: ‘Vamos casar?’. Só que ele tem 23 anos e eu tenho 60. Eu tinha a intenção de ser feliz. E eu achava que fosse ser”, disse.
Assim, a festa que demorou dois meses para ser organizada e era a realização de um sonho, corria o risco de não acontecer. “Eu fiz questão de contratar o melhor bolo, de colocar a melhor decoração, fazer o melhor salmão, a melhor paella, o melhor camarão, colocar 20 garçons servindo os melhores uísques e champanhes, dois DJs, tudo da melhor qualidade. Fiz o que eu pude e montei a festa mais deslumbrante possível. Eu estava feliz da vida”, contou.
Foi então que ele procurou seu ex-namorado, com quem ele viveu um relacionamento de 20 anos, e que aceitou o convite de prontidão. “Eu pensei em dar a esse homem, que sempre foi correto comigo, a oportunidade que eu ia dar para uma pessoa que nunca fez nada por mim. A festa foi 10 vezes melhor do que seria”, disse.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.