Atos da terceira via disfarçados de “Fora Bolsonaro” são fracasso; no Rio, coordenador do MBL ataca Lula e o PT (vídeo)

O suposto “Fora Bolsonaro” em Copacabana juntou 250 pessoas em domingo de praia. 

Rafael Santos, coordenador do MBL no Rio de Janeiro, era uma das estrelas do ato da terceira via.

Ele falou com o repórter Túlio Ribeiro sobre a coisa. 

“Vocês podem ver que aqui está lotado”, disse, tendo ao fundo cinquenta cidadãos sob o sol quente.

E aí começou a bater em Lula.

“O PT quer que Bolsonaro continue lá. Os dois são ruins”.

No resto do Brasil, as manifestações foram igualmente fracassadas.

Os organizadores depositam suas esperanças na Avenida Paulista, onde Ciro Gomes vai se encontrar com Kim Kataguiri e Holiday, que o processou após ser chamado de “capitão do mato”. 

Tico Santa Cruz está tentando convencer os petistas a comparecer na base do xingamento.

Agora vai.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.