BH registra a menor taxa de transmissão do coronavírus de 2021

Belo Horizonte registrou a menor taxa de transmissão do novo coronavírus de todo o ano de 2021 nesta quinta (9/9), informa o boletim epidemiológico e assistencial da prefeitura.

 

Segundo o balanço oficial, o RT está em 0,86, segundo menor índice desde que a PBH passou a divulga-lo diariamente, em 4 de agosto do ano passado.

O RT mede a velocidade de transmissão do vírus. Portanto, em média, 86 pessoas se tornam vítimas da pandemia a cada 100 diagnósticos na cidade. A estatística está no patamar de controle desde 23 de agosto.

Por outro lado, a ocupação dos leitos de UTI para pacientes com COVID-19 avançou: de 45,1% para 47,5%, também dentro do nível de controle. Esse é o caso da terapia intensiva desde 26 de agosto.

Na mesma toada da transmissão, o percentual de uso das enfermarias diminuiu de 31,9% para 31,5%, portanto também dentro da área menos grave. As enfermarias estão em controle desde 26 de julho.

Vacinação

BH registrou mais 29.503 aplicações da vacina contra a COVID-19 nesta quinta: 6.901 de primeira dose e 22.592 de segunda. Houve apenas 10 aplicações da vacina da Janssen (Johnson & Johnson), aquela de desempenho único.

Agora, BH soma 1.920.715 aplicações de primeira dose, 1.025.207 de segunda e 59 mil de dose única. Segundo a prefeitura, 84,2% do público-alvo total se vacinou com a injeção inicial e 46,1% do mesmo contingente completou o esquema vacinal.

Segundo números da prefeitura, já se vacinaram com a primeira dose:

  • 469.169 idosos acima de 60 anos
  • 249.847 pessoas do grupo de risco, deficientes e beneficiários do BPC
  • 15.463 gestantes e puérperas
  • 203.095 trabalhadores da saúde
  • 19.899 servidores da segurança pública
  • 70.640 profissionais da educação
  • 888.797 entre 19 e 59 anos

Já com a segunda injeção se imunizaram:

  • 433.664 idosos acima de 60 anos
  • 195.444 pessoas do grupo de risco, deficientes e beneficiários do BPC
  • 3.324 gestantes e puérperas
  • 179.572 trabalhadores da saúde
  • 15.937 servidores da segurança pública
  • 57.842 trabalhadores da educação
  • 59.000 pessoas entre 19 e 59 anos (dose única)
  • 139.424 pessoas entre 20 e 59 anos (outras fórmulas)

A cidade recebeu 3.439.936 vacinas até aqui. A PBH não informa mais quantas doses recebeu de cada fórmula.

Casos e mortes

A PBH voltou a ter dificuldades para acessar a base de dados do SUS nesta quinta, portanto o total de casos e mortes confirmados continua o mesmo do balanço anterior.

Dessa maneira, a capital mineira registra 276.100 diagnósticos e 6.576 mortes por COVID-19 desde o início da pandemia.

 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 
  • Vacinas contra COVID-19 usadas no Brasil e suas diferenças
  • Minas Gerais tem 10 vacinas em pesquisa nas universidades
  • Entenda as regras de proteção contra as novas cepas
  • Como funciona o ‘passaporte de vacinação’?
  • Os protocolos para a volta às aulas em BH
  • Pandemia, epidemia e endemia. Entenda a diferença
  • Quais os sintomas do coronavírus?

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Posso beber após vacinar? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.

Veja vídeos explicativos sobre este e outros tema em nosso canal

 

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.