Blitz lacra 10 ligações de esgoto clandestinas no Rio Vermelho

A Blitz Sanear, força-tarefa contra esgoto irregular da Prefeitura de Florianópolis e da Casan, lacrou dez ligações de esgoto clandestinas no Rio Vermelho, bairro do Norte da Ilha, com multas da Floram por crime ambiental e autuações da Vigilância Sanitária contra os responsáveis.

  • Clique aqui e receba as notícias do Conexão através do WhatsApp ou Telegram

O grupo móvel de fiscalização também foi, na última semana, ao Ribeirão da Ilha e ao Campeche, no Sul, e realizou uma ação dupla e simultânea na última sexta-feira (10) com base em dados dos programas Floripa Se Liga Na Rede, no Centro, e Trato Pela Lagoa, na Lagoa da Conceição, verificando imóveis já inspecionados e considerados irregulares.

Todos os lacres no Rio Vermelho foram efetuados em um mesmo endereço, a Servidão Leandro Manoel de Aguiar, com, ao todo, onze tubulações clandestinas lacradas pelo equipe, entre casas e condomínios. A Floram multou cinco proprietários nos casos de esgoto lançado na rede de drenagem pluvial; a VISA autuou dois, quando havia extravasamento de esgoto a céu aberto.

Na quinta-feira (9), a força-tarefa – formada por fiscais e técnicos da Floram, VISA, Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA/PMF), Casan e ECHOA Engenharia, empresa responsável pelos programas Floripa Se Liga Na Rede e Trato Pelo Capivari – fiscalizou imóveis no Ribeirão da Ilha e no Campeche, bairros no Sul da Ilha.

Um imóvel com quitinetes localizado na SC-405 foi flagrado lançando esgoto no manancial que atravessa o terreno, sendo o responsável multado pela Floram e intimado pela VISA a cessar o lançamento e apresentar o Habite-se.

Floripa Se Liga Na Rede e Trato Pela Lagoa – A Blitz Sanear esteve no Centro e na Lagoa da Conceição na manhã da última sexta-feira atuando com base em informações de imóveis irregulares já inspecionados pelo Floripa Se Liga Na Rede e pelo Trato Pela Lagoa, respectivamente, e com prazo de regularização vencido.

No Centro, o grupo fiscalizou cinco prédios distribuídos entre a Av. Hercílio Luz e a Rua Gen. Bittencourt. A Casan emitiu termo de ocorrência de irregularidade contra três que não ainda não haviam corrigido suas ligações sanitárias.

Na Lagoa da Conceição, foram cinco imóveis fiscalizados: apenas um – condomínio na Av. Afonso Delambert Neto – não havia regularizado o esgoto lançado na rede pluvial após inspeção do Trato Pela Lagoa. O síndico relatou que a empresa especializada foi contratada e começará as obras nesta semana. A Floram deu prazo de sete dias para regularização.

 

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.