Bolsonaro zomba de lema ‘eu autorizo’ dos seguidores: “Não vou sair das quatro linhas”

Bolsonaro
Bolsonaro insiste no voto impresso – Foto: Reprodução/YouTube

O presidente Bolsonaro prosseguiu recuando em relação aos ataques que promoveu contra o STF. Na live feita nesta quinta (9), ele falou que “alguns se irritam” com a nova posição dele. O chefe do Executivo também voltou a falar do voto impresso.

“Eu sempre disse que iria jogar dentro das quatro linhas da Constituição. Alguns se irritam, querem que eu saia fechando instituições, que isso e que aquilo. Até pouco tempo atrás a população se irritava com as votações da Câmara e do Senado”, declarou o governante.

Apesar de ter recuado, voltou a falar do voto impresso. “A gente precisa no Brasil é dessa fotografia pra mostrar, olha o que o povo tá querendo. Qual deputado, qual senador é contra isso? Qual chefe do executivo? Até do Supremo Tribunal Federal. Muito dos que participam querem reação imediata do presidente. “Eu autorizo”. Eu não vou sair das quatro linhas”, completou.

Leia mais:

1 – “Chega de passar pano pra bunda mole”: bolsonaristas se revoltam com arregada do mito para Alexandre de Moraes

2 – Procurador bolsonarista do Rio acusa ministros do STF de “golpistas”

3 – Com falta de comida nos quartéis, Exército libera soldados mais cedo em Brasília

Bolsonaro ataca Globo

Ainda na live, ele voltou a atacar a Globo. “Eu queria que a Globo fosse realmente uma imprensa que cada vez mais tivesse pessoas assistindo por acreditar nela, por ver que ela fala a verdade. E não é bem assim. Olha a Jovem Pan, a diferença enorme”, declarou o governante brasileiro.

Ele aproveitou para elogiar o programa Pingo nos Is. “Não tô elogiando o Augusto Nunes, apenas estou falando a verdade sobre ele. Dá prazer [assistir]. Quando eu vou pra casa aqui, eu coloco o Pingo nos Is no telefone e vou assistindo e ouvindo até em casa. Tem duas horas de média e eu escuto meia hora, porque não dá pra escutar tudo. Me informo por ali, que prazer. Diferentemente da Globo, que eu gostaria que fosse diferente”, acrescentou.

Bolsonaro ainda declarou que o Jornal Nacional vive cobrando o governo dele por vacinação para todos os brasileiros. “Vacina? Bonner, o país tá vacinado, irmão. Nós somos o terceiro país que, proporcionalmente mais vacinou. Passamos os Estados Unidos”, completou.

Confira a live abaixo:

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.