BR-282 tira da BR-101 o título de “rodovia da morte” em Santa Catarina

Rodovia da morte
A BR-101 deixou de ser a “rodovia da morte” em SC. O título agora é da BR-282. Os registros da Polícia Rodoviária Federal e de um estudo da Federação das Indústrias (Fiesc) mostram que na 101 transitam 807 mil veículos por dia, contra 183 mil na 282. Mas enquanto a primeira tem um óbito para cada 10.300 veículos, na segunda a proporção é 2.800.

Foro privilegiado
Verdadeiramente indignado com o fato de haver mais de 50 mil pessoas com foro privilegiado, que não podem ser julgadas e condenadas por seus crimes, como ocorre a cidadãos comuns, numa obscena impunidade que alimenta a corrupção, desvia o dinheiro dos contribuintes e atravanca o desenvolvimento social e econômico do país, o deputado federal Celso Maldaner (MDB-SC) segue, quase solitário, em uma de suas bandeiras éticas: apresentou, anteontem, no Congresso, um requerimento de urgência para inclusão na ordem do dia da proposta de emenda constitucional 333/17, que trata mandar às calendas aquele odioso privilégio.

Ensino médio
Entra em vigor em 2022 um novo modelo do ensino médio no Brasil. O inacreditável: levantamento do Movimento Pela Base mostra que apenas SC, entre as 27 unidades da federação, tem as cinco principais medidas de regulamentação publicadas. O prazo é até o fim deste ano. O novo modelo não terá mais as 13 disciplinas fixas nos três anos da grade curricular, e sim dois pilares, um de formação geral e obrigatória e outro voltado para carreiras de interesse dos alunos, chamado de itinerário formativo.

De lavada
Ainda ouvem-se ecos das duas concentrações – a favor e contra Bolsonaro – nos dias 7 e 12 de setembro em Florianópolis. A primeira realmente grandiosa; a segunda insignificante. Nas rodas do Ponto Chic, no calçadão da rua Felipe Schmidt, no centro da Ilha de SC, onde aportam muitos políticos, da ativa ou não, mesmo quem tem ideologias opostas concorda com uma realidade do momento: se as eleições presidenciais fossem hoje, Bolsonaro levaria de ampla goleada, qualquer que fosse seu adversário, na capital dos catarinenses.

Não às diretas
A maioria do Legislativo de Capivari de Baixo, vizinho a Tubarão, deu às costas ao clamor popular, principalmente o voltado à educação, e votou não a projeto que previa eleições diretas para diretores de escolas da rede municipal. É que alguns vereadores desfrutam o abominável poder de eles fazerem a indicação, sabe-se com que interesse.

Pré-candidato
Ex-prefeito de Blumenau e pré-candidato do PSD ao governo do Estado, Napoleão Bernardes não para. Enquanto a campanha não vem, mergulha no mundo acadêmico. Amanhã estará em Concórdia, na Universidade do Contestado, onde faz palestra para estudantes e profissionais do Direito sobre “Princípios constitucionais penais”. Doutorando em Ciência Jurídica e professor na Furb, também vai lançar o livro “Teoria e Prática do Princípio da Insignificância”.

Extracurricular
Melhor assim. Inicialmente com a rubrica de “obrigatória” passou a ser atividade extracurricular, como conteúdo transverso, nas escolas catarinenses, a “História das mulheres do campo e da cidade de SC”, conforme projeto aprovado esta semana na Assembleia Legislativa. Outra aprovação, merecedora de encômios, foi de projeto para que nos boletins de ocorrência expedidos pelas delegacias de Polícia Civil e Militar se registre, se for o caso, violência contra a pessoa com deficiência.

Negacionista
Fiel escudeira de Bolsonaro, a deputada estadual Ana Campagnolo (PSL) é autora do ato 2/2021, propondo que o governador Carlos Moisés retire a obrigatoriedade da vacinação dos professores da rede estadual contra a covid-19, conforme o decreto 1.408 de 11 de agosto de 2021. Antes de votá-lo, a Assembleia Legislativa deu prazo de 10 dias para manifestação do Poder Executivo. Sem comentários.

Sem vergonha
Na noite de anteontem o Senado aprovou projeto de lei que isenta de inelegibilidade os gestores que tenham tido contas julgadas irregulares. Assim, poderão disputar as eleições com o pagamento de multa. Socorro! O autor desse sem-vergonhice é o deputado federal Lucio Mosquini (MDB-RO).

Decreto suspenso
Não raro, para qualquer boa intenção sempre alguém se interpõe, no caso uma magistrada do Rio de Janeiro (sempre lá!), que suspendeu decreto que tornava obrigatória, sob pena de demissão, a vacinação contra a covid-19 para servidores municipais da cidade do Rio de Janeiro.

The post BR-282 tira da BR-101 o título de “rodovia da morte” em Santa Catarina appeared first on O Município.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.