Caminhoneiros se negam a desocupar Esplanada dos Ministérios

Cerca de 70 caminhoneiros permanecem na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, nesta quinta-feira (9), em ato de apoio ao Governo Federal, mesmo após negociações com a Secretaria de Segurança do Distrito Federal. O bloqueio forçou o fechamento do Congresso Nacional e do Tribunal de Contas da União.

Pela manhã, cerca de 100 caminhoneiros se reuniram no local. Apenas 30% concordaram em abandonar o protesto após conversas com os representantes de segurança.

+ Bolsonaro fala com caminhoneiros, mas não pede que suspendam manifestações

Em áudio gravado, nesta quinta, o presidente Jair Bolsonaro pediu o fim da greve. Desde o feriado de 7 de setembro, caminhoneiros bloqueiam trechos de rodovias de vários estados, principalmente na Região Sul, em Santa Catarina e no Paraná.

O post Caminhoneiros se negam a desocupar Esplanada dos Ministérios apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.