Carregador de celular ligado em tomada pega fogo e queima parte de cama e travesseiro em Rio Branco


Dono do celular acordou sentido cheiro de fumaça e percebeu que cabo do telefone tinha pegado fogo. Caso ocorreu na madrugada dessa terça-feira (7) na capital acreana. Celular não estava conectado ao carregador. Cabo do celular pegou fogo enquanto filho da delegada Wânia Lília dormia
Arquivo pessoal
A família da delegada da Polícia Civil do Acre aposentada Wânia Lília Viana passou por um susto na madrugada dessa terça-feira (7). O filho dela, Thiago Viana, de 28 anos, deixou o carregador do celular conectado à tomada, acabou pegando no sono e acordou sentindo cheiro de queimado. O cabo pegou fogo e queimou parte da cama e do travesseiro do rapaz.
O celular não estava carregando no momento do incidente. O jovem, que preferiu não falar com a reportagem, não chegou a se ferir. Como alerta, a delegada Wânia fez uma postagem em uma rede social contando a situação.
“Ele tem o costume de colocar o celular para carregar na mesinha ao lado da cama quando chega em casa. Se alguém liga ou fala com ele por mensagem, retira da tomada e sai levando o fio para cima da cama. Dessa vez, o cabo do telefone estava ligado em uma extensão que é usada só para carregar o telefone. Antes de dormir, usou o celular, colocou na mesinha e o fio ficou em cima da cama”, explicou Wânia.
Fogo fez um buraco na cama na madrugada
Arquivo pessoal
A ponta do cabo ficou embaixo do travesseiro e pegou fogo. A delegada contou que o jovem acordou na madrugada com o travesseiro esquentando e sentindo cheiro de fumaça. Imediatamente, Viana jogou o travesseiro dentro do banheiro e puxou o cabo da tomada.
“Ficou um furo nos dois lençóis, queimou o travesseiro. Acredito que, não entendo muito do assunto, como estava ligado há bastante tempo, esquentou e aconteceu aquilo. Começou a queimar e saiu fazendo um buraco onde estava o cabo. A ponta do cabo ficou destruída, estava queimando”, relembrou.
A servidora pública disse só soube da situação pela manhã. “Não quis me chamar para mostrar para não me assustar. Fiquei preocupada e por isso fiz a postagem no Facebook para alertar as pessoas”, finalizou.
Delegada aposentada Wânia Lília Viana postou nas redes sociais susto com carregador
Reprodução
Cuidados
O engenheiro elétrico Wagner Chiaramonte falou dos riscos de deixar aparelhos eletrônicos carregando ou apenas o carregador conectado à tomada. Ele explicou que, mesmo sem o celular, o carregador continua gerando energia elétrica quando é deixado na tomada.
Segundo ele, isso faz com que algum capacitor eletrolítico esquente e pegue fogo.
“Têm componentes eletrônicos dentro e se estiverem com a vida útil deles mais desgastadas isso pode acontecer. O capacitor eletrolítico tem óleo dentro, que esquenta, começa a inchar e pega fogo. As pessoas devem fazer o carregamento do celular e, mesmo sem carregar totalmente, devem desconectar o carregador da tomada. Isso é a premissa para evitar acidentes, como comumente vemos na mídia”, destacou.
Outra orientação do engenheiro é usar sempre carregador original, porque os paralelos são de baixa qualidade, o que pode levar a esses incidentes.
Reveja os telejornais do Acre
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.