Com 340 mil pessoas com Astrazeneca atrasada, SP começa a vacinar D2 com Pfizer

A Prefeitura de São Paulo anunciou que vai começar a vacinar na tarde da próxima segunda-feira (13/9) as pessoas que estão com a segunda dose da AstraZeneca em atraso. Elas deverão receber doses do imunizante da Pfizer na falta do que tomaram inicialmente.

O secretário de Saúde Edson Aparecido informou que a capital paulista recebeu do governo estadual 165 mil doses da Pfizer neste sábado (11/9), que serão destinadas a quem está com a segunda dose de Astrazeneca atrasada. Trata-se do público que deveria se vacinar com a segunda dose entre os dias 1 e 15 de setembro deste ano.

O montante, porém, não é suficiente para a demanda de pessoas com doses atrasadas, que serão 340 mil na segunda de acordo com a prefeitura.

A previsão é de que as vacinas sejam distribuídas ao longo da manhã pelos postos e comecem a ser aplicadas às 15h de segunda para esse público. Para quem busca a primeira dose, o horário de atendimento nos postos é integral.

De acordo com o G1, o governo de São Paulo vai entregar aos municípios 400 mil doses de Pfizer extras que chegaram nos últimos dias ao estado e serão remanejadas para a aplicação desta segunda dose.

O uso intercambiado das vacinas da Pfizer e da AstraZeneca é embasado em estudos da Organização Mundial de Saúde e orientações do Ministério da Saúde.

Disputa

O governo paulista diz que o Ministério da Saúde não enviou ao estado um milhão de doses da Astrazeneca necessárias à manutenção do esquema de vacinação. O governador João Doria (PSDB) afirmou que que vai entrar com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) caso não receba as doses.

O post Com 340 mil pessoas com Astrazeneca atrasada, SP começa a vacinar D2 com Pfizer apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.