Conheça a história de Tily, o mago das xícaras de argila

Hello, leitores! Hoje vou contar para vocês a história do mago das xícaras de argila, ele tem um dom especial nas mãos e um trabalho incrível. Realizei uma entrevista super descontraída com ele, o Tily, que vocês vão conferir aqui.

Tily, o mago das xícaras de argila. -Reprodução: Acervo pessoal/ND

Tily, me conte um pouco sobre você! O Mundo Maria quer saber.

“Desde cedo brincava com argila pois morava perto de uma barreira de terra vermelha e lá deixava minha imaginação fluir criando formas e homenzinhos de barro. Porém, depois de algum tempo, minha família se mudou e eu não tive mais contato com argila. Quando entrei na adolescência eu comecei a me interessar muito por jogos de RPG e fantasia, principalmente pelas criaturas que encontrava dentro desses jogos, e então comecei a desenhar elas, como um passatempo mesmo.”

Quando terminou o ensino médio, chegou aquele grande momento de escolher qual faculdade cursar, e como criar personagens no papel era a sua maior diversão, decidiu cursar Artes Visuais, na Udesc

Tily passou por diversos obstáculos, e recebeu muitos “nãos”, até chegou a ouvir  que “monstrinho não é arte”, o que o fez se frustrar muito na época. Porém, um belo dia um professor substituto levou a turma para conhecer o laboratório de cerâmica da faculdade, e lá ele se reencontrou com a modelagem e transportou todos os seus monstrinhos do papel para a argila.

“Como eu gostava muito de tudo o que eu fazia, eu sempre postava minhas criações no Instagram, sem muitas pretensões. Se passaram alguns anos e eu havia me casado e finalizado a licenciatura em Artes Visuais, e comecei a dar aulas em escolas do Estado. Em paralelo com meu trabalho, inventei as “Xícaras Golems mais bonitas da cidade!”, e elas começaram a popularizar no meu Instagram. Como o trabalho de professor não era nada fácil, e as contas e boletos não davam trégua, comecei a focar em vender a minha arte no meu tempo livre. Felizmente, a demanda pelas minhas peças cresceram, e eu me demiti do meu emprego para focar todo o meu tempo como lojista virtual. A partir daí foi muito investimento e trabalho, porém com retorno muito positivo, e hoje as xícaras fazem um sucesso tão grande, que através das vendas da loja eu consigo ter uma vida financeira bem confortável.”

De onde vem o teu amor pela arte e o que a arte significa na tua vida?

Acho que pela descrição dele, na pergunta anterior,  já está bem explícita esta resposta, mas hoje em dia o que a arte significa na vida de Tily é poder ver toda a transformação que acontece nas peças em si, no processo de produção que começa através de suas mãos até se transforem em louças.

Quantos xícaras de argila tu já fez? Consegues mensurar?

“Muitas! Não conseguiria mensurar quantas Xícaras t00dlees existem por aí hoje. Atualmente eu tenho uma produção média de 500 xícaras mensais, e estou sempre expandindo.”

Conheça a história de Tily, o mago das xícaras de argila

Xícara de argila por Tily. -Reprodução: Acervo Pessoal/ND

Você chegou a cursar algo ou foi apenas na prática?

“Apesar de ter tido contato com a argila na faculdade, meu conhecimento sobre cerâmica não foi adquirido na academia, mas sim da rotina de trabalho, trocas com colegas e pesquisas em casa, no computador ou celular mesmo.”

Qual a mensagem que tu tentas passar através das tuas peças de cerâmica?
“Eu não tenho exatamente a proposta de uma mensagem, eu só quero deixar o jogo de louça das pessoas ainda mais fofo e bonito com as xícaras mais lindas que essa internet já viu.” Tily deu esse depoimento e riu logo após.

Como você define ou o que mais te encanta na sua arte?

O que Tily mais gosta no que ele faz é o fator utilitário que as xícaras dele têm.

Onde tu produz? Onde crias? Tens teu próprio atelier?

“No momento eu produzo no meu recentemente adquirido atelier. Foi uma conquista enorme na minha vida e no meu trabalho, e que impactou de forma muito positiva na criação das peças.”

Já realizasse alguma exposição?

Tily já participou de feiras, porém hoje em dia expõe seu trabalho apenas em suas redes sociais e no seu site.

E para finalizar qual mensagem gostarias de deixar para os leitores do blog?

“Eu queria deixar a mensagem para as pessoas, mas principalmente para outros artistas pequenos ou que estão pensando em começar, de não desistir! Dificuldades sempre vão existir, mas é importante continuar trabalhando e tentando, e não tenham vergonha de mostrar sua arte para o mundo!”

Xícara de cerâmica by Tily. -Reprodução: Acervo Pessoal/ND 

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.