Conheça brasileiros que dedicam a vida ao café e levam sabor e qualidade para o mundo


O Globo Repórter desta sexta (10) mostrou que o consumo de café no Brasil aumentou durante a pandemia. A produção e exportação da bebida está gerando renda, trabalho e conquistas. Globo Repórter – Café – 10/09/2021
O Globo Repórter desta sexta-feira (10) mostrou que o consumo de café no Brasil aumentou durante a pandemia de Covid-19. O país teve o maior consumo da bebida desde 2017 e registrou a segunda marca histórica. A produção e exportação da bebida estão gerando renda, trabalho e conquistas.
Conhecemos a família Protazio, onde a paixão pela bebida vem dando frutos de geração em geração. Eles têm uma plantação em Dores do Rio Preto, no Espírito Santo.
O cafeicultor Manoel Protazio conta que tudo que a família conquistou foi através do café: “O café tem dado tudo para nós. Principalmente a união da minha família, porque nós vivemos em prol do café. Tudo passa pela mão da família”.
‘Estudos científicos mostram que o café faz bem à saúde’, afirma nutricionista
O cafeicultor Manoel Protazio tem uma plantação em Dores do Rio Preto, no Espírito Santo
Globo Repórter/ Reprodução
O café sempre esteve presente na vida da produtora rural Luciene Mota. Mas só há seis anos nasceu o premiado Café da Luci. São 8 mil pés que enchem três plantações.
Instituto Federal do Espírito Santo tem o primeiro curso técnico de café do Brasil
“Tudo o que a gente conquistou, eu falo, a nossa casa, ter uma qualidade de vida melhor, foi o café que trouxe isso para gente”, conta.
Luciene Mota com a família
Globo Repórter/ Reprodução
O café também transformou a vida de jovens da periferia. Paulo Gabriel, por exemplo, cumpria medida socioeducativa quando, em um projeto social, se encontrou na profissão de barista – que é um especialista em preparar cafés.
“O café mudou a minha vida. Eu sinto muito prazer em estudar sobre café, fazer café e, principalmente, ter a oportunidade de ajudar outras pessoas, assim como um dia eu fui ajudado”, afirma.
Rafael Marques Cota é um profissional que dá selo de qualidade aos cafés especiais
Globo Repórter/ Reprodução
Curiosidades
Já ouviu falar em Q-Grader? É um profissional que dá selo de qualidade aos cafés especiais, como o Rafael Marques Cota. Uma das fases para obter o certificado internacional é acertar 100% de uma caixinha com 36 aromas e o Rafael não errou nenhum.
“É uma paixão. Além de ser um meio de ganhar a vida, de sustento, é amor, realmente amor”, afirma.
Uma lavoura no meio de uma metrópole? Sim, existe! O maior cafezal urbano do Brasil fica em São Paulo. São 2 mil pés de café, entre grandes avenidas e imponentes prédios, que ajudam a ciência a criar formas de combater pragas e doenças.
O maior cafezal urbano do Brasil fica em São Paulo
Globo Repórter/ Reprodução
Maior cafezal urbano do Brasil
Globo Repórter/ Reprodução
O repórter Mário Bonella em gravação do Globo Repórter sobre o café
Globo Repórter/ Reprodução
Repórter Bruna Vieira em gravação do Globo Repórter sobre o café
Globo Repórter/ Reprodução
O Globo Repórter desta sexta-feira (10) falou sobre a paixão do brasileiro pelo café
Globo Repórter/ Reprodução
Globo Repórter falou sobre a paixão do brasileiro pelo café
Globo Repórter/ Reprodução
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.