CPI da Covid tenta ouvir suposto ‘sócio oculto’ de empresa fiadora da Covaxin

CPI da Covid tenta ouvir suposto ‘sócio oculto’ de empresa fiadora da Covaxin A CPI da Covid espera ouvir nesta terça-feira (14) o advogado e empresário Marcos Tolentino, apontado como sócio oculto do “FIB Bank”.. A empresa ofereceu uma carta-fiança de R$ 80,7 milhões no contrato firmado entre a Precisa e o Ministério da Saúde para a compra da Covaxin.. Essa será a 2ª tentativa da comissão de colher o depoimento de Tolentino.. A Justiça autorizou que, caso o advogado não compareça, ele seja conduzido coercitivamente.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.