De olho em 2022, grupo de políticos e gestores escreve carta aberta à população

Um grupo de políticos e gestores se reuniu nesta sexta-feira (17/9) para discutir políticas públicas para a cidade.

Em carta aberta à sociedade, apontaram problemas como o desemprego, inflação dos alimentos, alto custo da energia e a falta de moradia e de serviços básicos em diversas regiões administrativas de Brasília.

“O transporte público não atende a população com dignidade; na área ambiental, testemunhamos queimadas criminosas; o Teatro Nacional, um de nossos principais ícones culturais, está fechado desde 2014, sem solução à vista; e o número de creches e de escolas em tempo integral é vergonhoso”, disseram os gestores na carta.

O grupo, liderado pelo ex-secretário de Educação do DF, Rafael Parente, com integrantes como o ex-governador do DF Cristovam Buarque e o ex-ministro Raul Jungmann, apontou desafios a serem enfrentados em 2022.

Segundo eles, é urgente mudar o atual cenário. “Podemos desenhar e implementar políticas públicas embasadas em evidências científicas, investir nos servidores, no trabalho técnico, e buscar inspiração em ações e projetos que já geraram resultados importantes, no Brasil e no mundo: a alfabetização cearense, a transformação do transporte público e o ambiente inovador no Sul do país, a virada econômica do Espírito Santo e a democratização dos espaços públicos, como foi feito com a orla do Lago Paranoá, são apenas alguns exemplos”, diz o documento.

O post De olho em 2022, grupo de políticos e gestores escreve carta aberta à população apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.