Dólar volta a subir e se aproxima de R$5,27 com mercado na defensiva antes de fim de semana

Por José de Castro

SÃO PAULO (Reuters) – A tentativa de dar sequência ao alívio da véspera deu lugar na tarde desta sexta-feira a renovada pressão compradora, e o dólar voltava a mostrar alta, aproximando-se já de 5,27 reais, cerca de 10 centavos de real acima da mínima do dia.

O dólar à vista subia 0,55%, a 5,2562 reais, por volta de 15h12.

À tarde, a cotação tomou fôlego a partir de 14h, indo à máxima do dia, de 5,2675 reais (+0,76%).

Ainda no começo dos negócios, a moeda chegou a cair 1,13%, a 5,1686 reais, depois de na véspera recuar 1,80%, maior queda percentual diária desde agosto passado.

“Fogo de palha”, disse um operador, resumindo sua percepção sobre a aparente tentativa de aceno aos Poderes feita na quinta-feira pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

Nesta sexta, Bolsonaro disse a apoiadores que “a gente está ganhando” e defendeu a carta divulgada.

O mercado operava mais na defensiva na parte da tarde também para não ficar descoberto no fim de semana, quando potenciais manchetes político-institucionais podem sacodir os preços dos ativos nos dias seguintes.

O post Dólar volta a subir e se aproxima de R$5,27 com mercado na defensiva antes de fim de semana apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.