Dona de Si: Como sustentar o protagonismo na vida

Heide Benser/Getty Images

Heide Benser/Getty Images

A mulher é a protagonista e roteirista de sua própria história. É chegado o momento de se priorizar.

Caríssimas, todas as mulheres possuem dentro de si uma protagonista, comprometida com a identificação dos seus talentos, empreendedora de si mesma e focada na realização dos seus sonhos. E também uma coadjuvante, que não acredita que seja talentosa em algo, considera melhor não fazer nada por si mesma porque vai dar errado e frustrada em todos os seus sonhos. No entanto, por mais coadjuvante que você pareça estar neste momento, acredite, a protagonista, a mulher realizada e de bem com a vida, está aí, dentro de você. É difícil de acreditar, não é mesmo? Isso acontece porque nós fomos ensinadas a não nos priorizar. Essa é a triste e dura realidade que precisamos ter consciência para, então, mudarmos a estrada que o mundo pavimentou para nós.

Desde que nascemos, ouvimos, repetidas vezes que devemos ser pessoas que saibam agradar os outros, nos comportando bem, obedecendo, sorrindo, agindo como as melhores filhas, amigas, esposas e mães possível. Pois bem, sem perceber, acabamos deixando nossas vontades, desejos e sonhos em último plano porque o foco está em existir para o outro. E quando menos esperamos, percebemos que nos deixamos de lado – e que o tempo acabou passando muito rápido – e, no fim, não fizemos o que realmente queríamos.

LEIA TAMBÉM: Dona de Si: Corte o machismo do seu ambiente de trabalho

Cedo ou tarde, quando uma mulher coadjuvante da própria vida decide mudar essa realidade e se tornar protagonista de sua própria história, ela descobre uma imensa força dentro de si, enfrenta dificuldades e obstáculos, mas consegue sustentar a posição e as ações de uma vida feminina com protagonismo. E, pasmem! Toda dificuldade enfrentada irá calibrar ainda mais sua determinação.

Para se tornar uma mulher Dona De Si é necessário ir além, sair da zona de conforto e se arriscar. É importante entender e analisar toda a realidade que se apresenta: eu estou feliz com o meu trabalho? Qual o meu propósito de vida? Eu entendo o meu papel enquanto mulher na sociedade? O que eu posso fazer para contribuir e melhorar a minha realidade e a das mulheres à minha volta? Por que eu tenho dificuldade em dizer não para qualquer pessoa que me peça algo? Por que eu sofro quando me coloco como prioridade? Eu sou feliz no meu relacionamento? Enfim, são diversos questionamentos, que quando respondidos, te levam a evoluir. Claro que a verdade vai te fazer sofrer, mas a ação oposta te levará a uma felicidade jamais imaginada. Essas respostas te guiarão de volta a si mesma. Aos seus sonhos de menina, que muitas vezes acabaram esquecidos.

A mulher que se compromete em se tornar protagonista não aceita qualquer situação, não se submete, não se diminui. Ela sabe o poder que tem! Esqueça de uma vez por todas aquele velho conformismo de “as coisas são assim mesmo…”. Não, elas não são! Você é, sim, imensamente capaz de mudar tudo o que achar necessário e construir uma existência plena.

Sim, caríssima, é difícil e cansativo ser essa pessoa questionadora e, muitas vezes, afrontosa. Para alguns, a ‘louca feminista radical’. Porém, é necessário. Se não existirem essas mulheres inconformadas, sempre em busca do seu lugar ao sol e de uma vida melhor para si mesma e para outras mulheres, a sociedade não evoluirá.

Ninguém fará nada por nós, senão nós mesmas. Se a sua força de vontade não for o suficiente para você tomar as rédeas da sua vida e se tornar uma protagonista, o que será?

Esse é o grande questionamento que deixo para você hoje. Se a sua cabeça estiver, neste exato momento, com mil pensamentos e um pouco confusa sobre os próximos passos, era o que eu queria. Eu te fiz repensar! Não sei de onde você irá partir, se é de uma situação extremamente difícil ou de um conforto entediante – seja como for, é possível mudar isso agora.

Aproveite este sacode para sentar, analisar e refazer os seus planos, colocando-se sempre em primeiro lugar. Isso não significa que você deixará as pessoas que ama de lado – muito pelo contrário, quem está ao seu lado e te ama vai adorar te ver feliz. E quem estiver ao seu lado somente para te controlar sairá da sua vida. Esse é o filme da sua vida, mulher. Você é a protagonista e a roteirista desta história. O final só depende de você.

Sororidade sempre.

Suzana Pires.

Primeira atriz também autora de novelas do Brasil, a empresária e empreendedora social Suzana Pires é formada em filosofia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ), em showrunner na MediaXchange, em Los Angeles, e em empreendedorismo pelo Empretec Sebrae SP. Depois que começou a escrever a coluna Dona De Si, em 2017, surgiu a ideia de criar o Instituto Dona De Si, com o principal objetivo de acelerar talentos femininos. Atualmente, segue como atriz na Rede Globo de Televisão e como autora cria projetos para players nacionais e internacionais através da marca Dona De Si Conteúdos.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

O post Dona de Si: Como sustentar o protagonismo na vida apareceu primeiro em Forbes Brasil.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.