EcoSport: fim na Índia é saída dos EUA – analistas criticam SUV

EcoSport: fim na Índia é saída dos EUA - analistas criticam SUV

O fim do Ford EcoSport na Índia, onde a montadora americana encerrou sua produção, tal como no Brasil, o mercado americano já vê a saída do SUV subcompacto do oval azul. Acredita-se, com base no processo de fechamento indiano, que ele sairá em meados de 2022.

Diante disso, o mercado americano não vê surpresa com o fim do modelo na América do Norte, embora a produção romena esteja garantida, segundo porta-voz da Ford Europa.

Lá, o EcoSport é produzido em Craiova e fica abaixo do Puma, o crossover de pegada premium e esportiva (tem versão ST). A garantia de produção sem previsão de encerramento foi dada ao jornal Detroit Free Press.

EcoSport: fim na Índia é saída dos EUA - analistas criticam SUV

Ainda assim, é bom não contarmos com isso, dadas ações recentes da Ford no Brasil e na Índia (romenos, barbas de molho!). Mas, de volta aos EUA, o jornal da “motor city” consultou analistas de mercado para medir o impacto da saída do EcoSport.

Praticamente nenhum elogiou o pequenino da Ford, que pode-se dizer ser um estranho no ninho. Maeva Ribas, gerente de pesquisa de design e estratégia da The CARLAB Inc., disse: “Ecosport nunca foi realmente adequado para o consumidor americano”.

Ribas completou: “a Ford está apenas corrigindo um equívoco. Ecosport não pertence aos Estados Unidos”. Karl Brauer, analista executivo da iseecars.com, comentou: “Foi um dos mais vendidos no Brasil e extremamente competitivo, desejável e bem-sucedido. Mas a Ford nunca fez nada para atualizá-lo”.

EcoSport: fim na Índia é saída dos EUA - analistas criticam SUV

Por fim, afirmou: “E passou de um dos carros mais vendidos no Brasil a superado por todos os concorrentes. Depois de se tornar não competitivo no Brasil, a Ford o trouxe para cá – para os EUA. Só não consegue competir nesse mercado”.

Contudo, houve quem ficasse surpreso com seu fim. John McElroy, apresentador do podcast e webcast “Autoline After Hours”, falou: “Achei que seria um sucesso. Pequenos crossovers têm sido um segmento realmente quente, mas talvez não tão pequeno”.

Contudo, McElroy pontuou num detalhe importante. Ele mencionou que o EcoSport pode ainda sofrer com o fogo amigo da Maverick, que custa o mesmo, é híbrida e, logicamente, uma picape cabine dupla. Isso sem contar que é novidade, já arrebatando 100 mil americanos.

Pelo visto, parece que o EcoSport não duraria muito tempo na América, mesmo com a produção indiana sem interrupção. Agora, resta esperar pelo fim do mesmo na Romênia, encerrando assim a carreira do brasileiro.

[Fonte: Detroit Free Press]

 

© Noticias Automotivas. A notícia EcoSport: fim na Índia é saída dos EUA – analistas criticam SUV é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.