Em Goiás, administração pública deverá diminuir em 30% consumo de energia elétrica

Os órgãos deverão buscar reduzir o consumo de energia nos meses de setembro de 2021 até abril de 2022 em relação à média de consumo dos mesmos meses no ano de 2019

Ronaldo Caiado, governador de Goiás | Foto: Divulgação

Em determinação do governador Ronaldo Caiado (DEM) foi publicado nesta quinta-feira, 9, no Diário Oficial do Estado um decreto que  visa diminuir em 30% o consumo de energia elétrica na administração pública estadual. A medida é necessária por conta da crise hídrica que o país enfrenta.

Os órgãos deverão buscar reduzir o consumo de energia nos meses de setembro de 2021 até abril de 2022 em relação à média de consumo dos mesmos meses no ano de 2019. Ação não vale para as unidades e os prédios da Secretaria de Saúde, exceto os que funcionam exclusivamente em caráter administrativo.

A publicação traz recomendações sobre alternativas para o melhor uso dos equipamentos consumidores de energia nas edificações públicas, como sistemas de ar-condicionado, iluminação das salas e ambientes, computadores, geladeiras e congeladores, elevadores e bebedouros.

As entidades estaduais também deverão elaborar um comparativo de consumo de energia entre os meses determinados para validar a efetividade das medidas de redução de consumo. Também é recomendado que produtos e serviços adquiridos ou locados pela administração estadual tenha o selo do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel).

Vazão do Meia Ponte entra em Nível Crítico III

Após mais de 90 dias sem chuva, a Bacia do Rio Meia Ponte chegou na última semana ao Nível Crítico III, com uma vazão média diária de 2.714 litros por segundo. A mudança ocorreu após leituras das vazões nos horários das 7h e 17h, observadas no Ponto de Controle.

De acordo com deliberação do Comitê de Bacia do Rio Meia Ponte, que define as diretrizes para o enfrentamento da crise hídrica a montante de Goiânia, a mudança de nível ocorreu porque a vazão de escoamento é menor ou igual a 3 mil l/s. O alerta é da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad).

O post Em Goiás, administração pública deverá diminuir em 30% consumo de energia elétrica apareceu primeiro em Jornal Opção.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.