Empresas com propósitos atraem a confiança de 90% dos consumidores

A primeira edição da Pesquisa PPI Brasil 2021, da InPress Porter Novelli, em parceria com o Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados (IBPAD), mostra que 90% dos consumidores confiam mais em uma empresa com propósito. O estudo avaliou a reputação das maiores corporações que atuam no país.

Publicada no início deste mês de setembro, a pesquisa mensura e dimensiona o valor, o impacto e a percepção do propósito corporativo e o nível de influência sobre o comportamento das pessoas, seja para consumir, recomendar ou trabalhar numa empresa.

“Quanto mais relevante e percebido é o propósito de uma marca, mais forte é a sua reputação. Empresas que agem e se comunicam de acordo com seu propósito tendem a desfrutar de maior confiança e admiração da sociedade”, explica Eraldo Carneiro, head de Propósito e Reputação da InPress Porter Novelli. 

Em relação à pandemia e o papel das organizações neste cenário, oito em cada 10 entrevistados consideram muito importante as empresas darem apoio e cuidado aos funcionários, clientes e comunidades.

Além disso, 76% percebem quando uma empresa age de forma contrária aos valores enquanto 88% preferem comprar marcas que defendem algo maior que produtos e serviços. Quatro são os fatores que influenciam nas decisões de compra e na escolha da marca: o tratamento aos funcionários, a proteção ao meio ambiente, a ética e a autenticidade.

 

Foram feitas duas rodadas da pesquisa, totalizando quase 4 mil entrevistas. O cuidado com as comunidades e a preocupação com o meio ambiente aparecem como os dois mais importantes na opinião dos entrevistados. Entre as gerações, os Millennials tendem a valorizar mais a defesa de causas e a solidariedade. Enquanto a Geração X aprecia mais a contribuição social e o cuidado com as comunidades. As pessoas das classes D e E e aquelas que possuem ensino fundamental destacam-se por se importarem mais com a solidariedade e a contribuição social.

Recentemente, a líder global em relações públicas e comunicação corporativa, FleishmanHillard, também divulgou um estudo sobre autenticidade, expectativa e experiência do consumidor frente a marcas e empresas. Os brasileiros se importam mais com o impacto das empresas na sociedade (36%) e com o comportamento frente a questões relevantes (21%) do que com produtos e benefícios aos clientes (43%). Além disso, mais de 81% dos entrevistados afirmou que espera uma posição dos CEOs sobre questões significativas para a sociedade, mesmo que não reflitam nos negócios.

Um dos resultados consideráveis foi que 64% acreditam que, para uma empresa ser mais confiável do que os concorrentes, ela deve transmitir comportamento e impacto para a sociedade, não apenas sobre os benefícios que oferece. Ou seja, o usuário dá mais importância a marcas que tenham posicionamento nas mais diversas questões, entre elas, segurança e privacidade de dados, serviços de saúde, combate a violência contra a mulher e justiça social.

Empresas pesquisadas

Foram apresentadas aos 3390 entrevistados as 100 empresas do ranking Valor 1000 (2020),  incluindo bancos, seguradoras e planos de saúde. Os indicadores avaliados foram credibilidade e performance aliados aos atributos-chave: contribuição social, solidariedade, defesa de causas, cuidado com as comunidades e cuidado com o meio ambiente.

O post Empresas com propósitos atraem a confiança de 90% dos consumidores apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.