Escolher as árvores certas pode deixar propriedade rural muito mais atraente


Árvores podem deixar a fazenda, o sítio e a chácara ainda mais atraentes, mas tem muita coisa que precisa ser levada em conta, como as espécies escolhidas e o local certo para fazer o plantio. Escolher as árvores certas pode deixar propriedade rural muito mais atraente
Nosso Campo/Reprodução
As árvores plantadas em propriedades rurais cumprem diferentes funções, que vão desde a proteção ambiental até o lado econômico. Além disso, elas podem deixar a fazenda, o sítio e a chácara ainda mais atraentes, mas tem muita coisa que precisa ser levada em conta, como as espécies escolhidas e o local certo para fazer o plantio.
Um sítio que fica no município de Salto de Pirapora (SP) e pertence à família de um engenheiro agrônomo há mais de seis décadas é cercado pelo verde. O plantio das árvores começou nas divisas com outras propriedades.
Antes, tudo era área de pastagem, mas, com o passar do tempo, as coisas foram mudando. São muitas espécies, como o jequitibá, que é nativo da mata atlântica e, na língua tupi, significa “gigante da floresta”.
No local também é encontrado o jacarandá da Bahia, que é uma das madeiras mais valorizadas do Brasil. Na categoria de madeira de corte, também tem a peroba, uma árvore que está na lista das mais ameaçadas. Outra que corre risco é o pau Brasil.
Mas a família também plantou árvores que são exóticas, como o plátano, que é comum em florestas de clima temperado, principalmente na Europa e na América do Norte.
Nesta época do ano, a paneira fica diferente: dos frutos verdes saem flocos de plumas que costumam atrair diversas aves. Entre elas, periquitos e papagaios. Já a paineira africana oferece um espetáculo de florada.
Em outro ponto da propriedade, o engenheiro investe no sistema agroflorestal, através do qual a produção de alimentos está associada à conservação da natureza. No local, há árvores nativas e frutíferas, como mamoeiro carregado, pés de banana e plantação de lichia. A produção anual de frutas fica entre 30 e 40 toneladas.
(Vídeo: veja a reportagem exibida no programa em 13/09/2021)
Escolher as árvores certas pode deixar propriedade rural muito mais atraente
Em outra propriedade localizada em Sorocaba (SP), há um exemplo da transformação. 30 anos atrás, a área era um descampado e vinha sendo utilizada para plantio de grama. Aos poucos, tudo foi sendo arborizado.
São 118 hectares, o equivalente a 118 campos de futebol. A fazenda oferece passeios a cavalo, aulas de hipismo e tem lavouras de aveia, trigo e outros grãos. O plantio de árvores não foi feito sem critério, simplesmente para dividir cada área. Houve planejamento.
Para quem gosta de admirar a beleza das árvores, com diferentes copas e tamanhos, acaba sendo um passeio cheio de atrações. O pau-ferro é uma espécie de grande porte, de madeira dura e usada para fabricação de violões e também na construção civil. O flamboyant tem nome francês e é uma das árvores mais bonitas. A jatobá pode alcançar 40 metros de altura e tem madeira valorizada.
Seja qual for a preferência, sempre tem muitas opções na hora de plantar. Arborizar uma propriedade tem muitas vantagens e deve ser feito com planejamento, mesmo porque as árvores serão companheiras por muito tempo.
Acesse + TV TEM | Programação | Vídeos | Redes sociais
Confira as últimas notícias do Nosso Campo
VÍDEOS: veja as reportagens do programa
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.