‘Esses filmes foram uma parte gigante da minha vida’ diz Daniel Craig sobre longas como James Bond

‘Sem Tempo para Morrer’ é o último filme do ator como o espião mais famoso do cinema. O longa devia ter estreado em 2019, mas por conta da pandemia só vai chegar aos cinemas no fim de setembro. E ninguém quer contar qual o desfecho do personagem. ‘Parte gigante da minha vida’, diz Daniel Craig sobre longas como James Bond
James Bond não é mais o agente 007. O título agora pertence a uma mulher. Mas calma, esse é só o começo de uma nova história. Bond pode estar aposentado, mas ele está “Sem Tempo para Morrer” – o 25º filme do espião mais famoso do cinema. São quase três horas de cenas de ação – mais do que qualquer outro. O longa devia ter estreado em 2019, mas por conta da pandemia só vai chegar aos cinemas no fim de setembro.
Durante as filmagens, parte do set explodiu de verdade num acidente sem feridos, e em outra gravação o ator Daniel Craig quase quebrou a perna.
“Tive que operar o tornozelo, mas não foi tão grave. Agora eu deixo para os dublês fazerem as cenas de ação, porque se eu me acidentasse de novo, não ia poder fazer o filme”, conta Craig.
O vilão da vez é o ator Rami Malek – que ganhou o Oscar de melhor ator por interpretar Freddie Mercury, em 2018.
Este é o último do ator Daniel Craig. E ninguém quer contar qual o desfecho do personagem.
“Estou meio triste, porque esses filmes foram uma parte gigante da minha vida, mas saio completamente satisfeito”, diz Daniel Craig.
É inevitável a pergunta: quem virá depois do primeiro James Bond loiro? Veja o que os produtores disseram vendo a reportagem em vídeo. Preparem as pipocas! Será uma despedida em grande estilo.
Ouça o podcast do Fantástico
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.