Exército terá que indenizar soldado após expor diagnóstico de HIV

A União foi condenada a pagar uma indenização de R$15 mil após um soldado do Exército Brasileiro ser expulso por ter HIV. Além disso, o rapaz de 25 anos teve sua condição de soropositivo exposta em um boletim interno da corporação, o que gerou constrangimento à vítima. O caso ocorreu no ano de 2019, quando o rapaz era lotado na 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea de Guarujá, no litoral de São Paulo.

Segundo o Conjur, a decisão é do Tribunal Regional Federal da 3ª Região. Após a expulsão, o soldado entrou com ação na Justiça por danos morais e a defesa também pediu para que ele retornasse às atividades no Exército. Na época do ocorrido, o jovem desabafou que, por ter apenas o vírus HIV e não possuir sintomas graves, conseguiria cumprir suas funções, mas o tratamento oferecido pelo Exército o fez se “sentir um lixo”.

Leia o restante da notícia em BHAZ, parceiro do Metrópoles.

O post Exército terá que indenizar soldado após expor diagnóstico de HIV apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.