Feriado da Independência teve menos acidentes e mortes que no ano passado

Neste feriado prolongado da Independência, o número de acidentes e óbitos nas rodovias federais e estaduais que cortam Minas Gerais foi menor do que o registrado no ano passado. Por outro lado, os flagrantes por embriaguez aumentaram. É o que mostram os levantamentos das polícias rodoviária Federal (PRF) e Militar Rodoviária (PMRv) divulgados nesta quinta-feira (9/9). 
A operação Independência 2021 da PRF foi realizada de 3 a 7 de setembro. Nesse período, foram 140 acidentes nas BRs, com 160 pessoas feridas e nove mortas. No ano passado, a operação também durou cinco dias (de 4 a 8 de setembro), e foram 149 acidentes, com 192 vítimas feridas e 11 mortos. 
Neste ano, os agentes aplicaram 39 multas por embriaguez ao volante e quatro motorista foram presos pela mesma infração. No ano passado, foram 27 multas pela mistura de álcool e direção e quatro prisões. 
No feriado prolongado deste ano, a PRF ainda aplicou 470 multas por motoristas dirigindo sem sinto, 201 por passageiros sem o equipamento de segurança e 39 por crianças sendo transportadas sem a cadeirinha. 
Já nas rodovias estaduais, sob responsabilidade da PMRv, as ocorrências foram contabilizadas de 3 a 8 de setembro. Neste ano, ocorreram 127 acidentes com vítimas contra 192 no feriado de 2020, queda de 33%. Vinte e uma pessoas morreram. No ano passado foram 25. 
Os flagrantes de embriaguez subiram 190%, com 224 ocorrências neste ano e 107 no ano passado. Os policiais militares também fizeram mais prisões. Foram 457 pessoas detidas neste ano e 379 em 2020, aumento de 20%. Vinte e seis delas tinham mandados de prisão em aberto. 
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.