Fernando Morais lança biografia de Lula pela Companhia das Letras

Para além da corrupção, há uma história maior, a do garoto que nasceu pobre, no Nordeste, foi para São Paulo, num pau de arara, se tornou sindicalista e presidente da República

A Companhia das Letras colocou em pré-venda o livro “Lula — Biografia” (416 páginas), do jornalista Fernando Morais. Trata-se do volume 1.

Goste-se ou não de Lula da Silva, presidente por dois mandatos e figura mais emblemática da política brasileira nos dias atuais — parece encarnar o ser que pode arrancar Jair Bolsonaro da Presidência da República, em 2022 —, o petista-chefe merece mesmo uma biografia alentada. Para além da corrupção — que certamente é fato —, há uma história muito maior, a de um garoto que nasceu pobre, em Garanhuns (PE), foi para São Paulo, num pau de arara, se tornou sindicalista e, em seguida, político, até chegar à Presidência, em 2002, tendo sido reeleito em 2006. Trata-se de um feito a contado, e maneira nuançada.

Fernando Morais é autor de pelo menos duas grandes biografias, “Olga Benario” (a comunista alemã que o governo de Getúlio Vargas entregou para os nazistas, na década de 1930) e “Chatô — O Rei do Brasil” (sobre o magnata da imprensa Assis Chateaubriand). A biografia de Lula da Silva, se for bem-feita como a de Chatô, certamente será uma história do Brasil de primeira linha. O jornalista é entusiasta do líder máximo do PT, mas certamente também é jornalista e, ao mesmo tempo, um historiador. Seu livro provavelmente não será do tipo “vingador”, uma espécie de absolvição de Lula da Silva. Mas certamente dará um contexto mais amplo à sua vida — para além do mero jornalismo de ocasião. Talvez seja mais uma obra de historiador-biógrafo do que de jornalista.

O que se espera de Fernando Morais é que não tenha escrito uma hagiografia. O que se espera é mais nuance — equilíbrio — do que isenção. No caso, nuance é, de algum modo, isenção (uma velha ficção).

Fernando Morais: um dos principais biógrafos brasileiros | Foto: Reprodução

Sinopse da editora Companhia das Letras

“Para além de juízos ou paixões, Lula está entre as maiores figuras políticas da história brasileira. Único presidente do país com origens operárias, e campo magnético de um partido profundamente original em suas raízes, exerceu o poder carismático e a influência de modo mais duradouro que qualquer outro homem público no período republicano, salvo talvez Getúlio Vargas — com quem também compartilha a virulência dos adversários. [A sinopse omite, equivocamente, o nome de Juscelino Kubitschek.]

“Desde 2011, Fernando Morais ganhou acesso direto, franco e frequente a Lula. A essas dezenas de horas de depoimentos, somou o faro de repórter e a prosa cativante para compor projeto biográfico que traz um painel do personagem em toda sua grandeza e complexidade.

“Em narrativa que faz uso de recuos e avanços cronológicos para manter um ritmo eletrizante, neste primeiro volume Morais vai da infância de Lula até o anulamento de suas condenações, em 2021 — passando pelo novo sindicalismo, as greves do ABC, a fundação do PT e a primeira campanha eleitoral.”

O post Fernando Morais lança biografia de Lula pela Companhia das Letras apareceu primeiro em Jornal Opção.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.