Filhote de cachorro fica preso em parede de casa e é resgatado pelo Corpo de Bombeiros, em Teresina


A equipe do Corpo de Bombeiros teve de quebrar parte de uma das paredes da casa de Luiz e usar uma corda para laçar o cachorro. O resgate foi todo registrado em vídeo pelo tutor do cachorro. Cachorro fica preso em parede de casa e é resgatado pelo Corpo de Bombeiros em Teresina
Um cachorrinho ficou preso em um cano e precisou ser resgatado pelo Corpo de Bombeiros na manhã deste domingo (12), no bairro Cristo Rei, Zona Sul de Teresina. O resgate foi bem sucedido, e o cãozinho, que tem apenas 20 dias de vida, ganhou finalmente um nome: ele agora se chama Abençoado.
Segundo o tutor do Abençoado, o funileiro Luíz Carlos Silva, contou que o cachorro entrou por um cano da rede de esgoto da casa e por ele chegou a um espaço, como um porão, que não sabia que havia na casa.
Filhote de cachorro fica preso em parede de casa e é resgatado pelo Corpo de Bombeiros, em Teresina
Luiz Carlos Silva/ Arquivo pessoal
“Foi um sufoco grande! Havia deixado ele no quintal, e quando voltei, não encontrei mais. Comecei a procurar e o encontrei dentro do cano, rosnando baixinho. Me desesperei, tentei retirar mas não consegui. Aí chamei os bombeiros”, contou.
A equipe do Corpo de Bombeiros teve de quebrar parte de uma das paredes da casa de Luiz e usar uma corda para laçar o cachorro. O resgate durou cerca de 2 horas e meia, e foi registrado em vídeo pelo tutor do cachorro. Abençoado saiu do buraco sem nenhum ferimento.
Filhote de cachorro fica preso em parede de casa e é resgatado pelo Corpo de Bombeiros, em Teresina
Luiz Carlos Silva/ Arquivo pessoal
“Os bombeiros foram excelentes, muito rápidos e usaram uma técnica que não causou nenhuma dor ao cachorrinho. Eles trabalham muito bem, com amor mesmo”, disse.
Depois do susto, Luiz garante que o cachorrinho ficou ainda mais esperto. Segundo ele, o Abençoado tem 20 dias de vida, e quando ficar adulto, vai morar num lugar que nem vai lembrar o sufoco que passou dentro da parede.
Filhote de cachorro fica preso em parede de casa e é resgatado pelo Corpo de Bombeiros, em Teresina
Luiz Carlos Silva/ Arquivo pessoal
“Quando ele ficar mais forte, vou levar ele para a casa de praia, que temos lá em Luís Correia. É lá que ele vai morar, junto com outro cachorro meu, para que façam companhia um pro outro”, disse.
Confira as últimas notícias do G1 Piauí
VÍDEOS: Assista às notícias mais vistas da Rede Clube
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.