Foragido volta a ameaçar STF e diz que obedece a ordens de Bolsonaro

O caminhoneiro foragido Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão, disse nesta quinta-feira (9/9) que não sabe o que vai acontecer, mas que o “pau vai continuar torando”. Ele reafirmou que o objetivo é a destituição dos ministros do STF, o que é ilegal.

“A nossa pauta é impeachment dos ministros. Se vira. Não sei o que vai ter que acontecer, mas o pau vai continuar torando”, afirmou em um novo vídeo gravado.

Zé Trovão pediu para que caminhoneiros que aderiram à paralisação não “arredem o pé” e reclamou da ação policial.

O caminhoneiro também disse que o movimento não defende o presidente, mas logo em seguida, cometeu um ato falho e afirmou que os caminhoneiros foram às ruas por esse motivo.

“Ninguém foi às ruas para defender o presidente Bolsonaro, fomos para defender nossa bandeira verde e amarela. Fomos às ruas defender nosso presiden… Nossa bandeira. Nosso presidente, a gente respeita, mas presta atenção: ‘não vamos cumprir ordem que não seja do presidente da República’”.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Guilherme Amado (@guilhermeamado)

O post Foragido volta a ameaçar STF e diz que obedece a ordens de Bolsonaro apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.