“Fui ameaçada de morte”, diz Rafa Kalimann sobre cancelamento na web

A ex-BBB 20 e apresentadora Rafa Kalimann se emocionou ao falar pela primeira vez publicamente sobre o cancelamento que enfrentou na internet, em maio deste ano, após compartilhar em suas redes sociais um vídeo do pastor Claudio Duarte. Nele, o religioso dizia ser contra o relacionamento homoafetivo.

Em entrevista ao podcast Pod Delas, a mineira foi questionada por quanto tempo já conseguiu ficar longe da internet e das redes sociais. Foi aí que ela relembrou o fato e se emocionou.


0

“Uma semana. É porque aconteceu uma coisa muito chata. Fui cancelada. Não fiquei off pelo cancelamento. Foi por um erro grande meu, que reconheci totalmente porque estava no modo automático. Quando você entra no modo automático, você deixa de ter percepções que normalmente você tem na sua vida. Então estava compartilhando coisas sem prestar atenção nas informações. As pessoas começam a te exigir tanto, que você esteja presente em tantas coisas, e eu não sei tudo. Acabei ferindo o outro, reconheço isso”, declarou.

Em seguida, ela falou do vídeo onde o pastor Claudio Duarte, convidado do quadro Elas querem saber, no programa de Raul Gil, no SBT, foi sabatinado por Val Marchiori, Thammy Miranda, Ciça Camargo e Lola Melnyk. O programa foi reexibido em 2020 e voltou a ser comentado em maio de 2021, quando o perfil Eu Profetizo repostou no Instagram o trecho em que o pastor diz ser contra o relacionamento homoafetivo.

Rafa e o ator Caio Castro respostaram o vídeo em suas redes sociais e as publicações geraram polêmica e muitas críticas aos dois. A ex-BBB deletou a publicação e pediu desculpas. A atriz e apresentadora chegou a receber uma mensagem do ex-BBB Gil do Vigor a questionando.

“Compartilhei um vídeo, e até a primeira vez que estou falando sobre, de um pastor que falava sobre casamento gay, e a minha visão do vídeo foi muito diferente do que de fato o vídeo é. E reconheci isso imediatamente. Compartilhei ele, com a intenção de mostrar… Muito difícil falar (Rafa se emociona), justamente de quem usa a palavra para desrespeitar, e eu nunca vou concordar com isso. Então compartilhei o vídeo sem prestar atenção no contexto que de fato ele tem. E machuquei muita gente. Reconheço isso”, falou.

“Na hora que postei, meus amigos me ligaram… Não quero falar, não (Rafa se emociona novamente). Fiquei muito triste, porque na hora o meu desespero foi ter ferido as pessoas que amo, sabe? Foi muito ruim para mim viver aquilo, mas aprendi. Fui muito acolhida por meus amigos e busquei aprender ainda mais. Para ajudar de alguma maneira, tenho que ter propriedade para falar. Então errei nisso”.

Depois, ela confessou que chegou a ser ameaçada de morte quando tudo aconteceu. “Foi muito pesado mesmo. É libertador falar sobre. É a primeira vez que resolvi falar”, declarou.

Polêmica com Karol Conká

A apresentadora do Casa Kalimann comentou ainda uma frase compartilhada na web citando a ex-BBB 21 e cantora Karol Conká, chamando-a de “vazia”.

“Defendi a Thelma. Me senti no direito de defender porque o prêmio do BBB 20 foi da Thelma. Ninguém tem o direito de encostar nesse prêmio da Thelma. Fico revoltada. Defendi a Thelminha porque ver uma mulher falar aquilo de outra mulher me causou muita revolta”, confessou.

“Aquilo foi no começo do BBB 21. Depois que saiu (a polêmica envolvendo Karol Conká e Rafa Kalimann). Foi uma situação engraçada porque eu estava lá no Projac, tinha acabado de encontrar com elas e saiu o áudio que a Karol soltou. As pessoas começaram a pegar o tuíte como se eu tivesse falado naquele momento… Tomei muito depois… Até hoje essa bomba está repercutindo. Por eu ter chamado ela de vazia… Peço desculpas se machuquei Karol Conká. Não tenho a intenção de seguir com isso”, disse.

O post “Fui ameaçada de morte”, diz Rafa Kalimann sobre cancelamento na web apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.