Greta diz a senadores que gestão ambiental do Brasil é “vergonhosa”

Em audiência pública no Senado Federal, a ativista Greta Thunberg afirmou, nesta sexta-feira (10/9), que o governo federal tem atuação “completamente vergonhosa” no trato de questões ambientais.

Eleita personalidade do ano da revista Time em 2019, a sueca ganhou fama e inspirou movimentos estudantis na luta contra o aquecimento global e em defesa da natureza.

Ela conversou com senadores em sessão de debates temáticos para análise de dados intergovernamentais sobre mudanças climáticas, em levantamento da Organização das Nações Unidas (ONU).

Durante a conversa, a ativista criticou a política ambiental brasileira, em especial no que diz respeito à atuação em relação aos indígenas.

“O Brasil, com certeza, não começou essa crise. Mas os seus líderes estão adicionando muito combustível ao incêndio. E só porque os líderes do norte global falharam. E, sim, eles estão falhando. Não há desculpa para o Brasil não ter um papel diferente”, criticou a sueca de 18 anos.

A audiência trouxe dados alarmantes na análise da progressão do aquecimento global. Os especialistas que atuaram no levantamento das informações estimam aumento de 1,07º C na temperatura da Terra.

Em outro momento, Greta comentou sobre o os incêndios florestais na Amazônia, que ainda sofre com o desmatamento e garimpo ilegais. “Isso está sendo diretamente alimentado pelo governo de vocês. Mas o mundo não pode pagar o preço de perder a Amazônia”, enfatizou.

“Se nós perdermos a Amazônia, provavelmente iremos perder todas as possibilidades de alcançar o Acordo de Paris. E isso seria uma sentença de morte para incontáveis pessoas e incontáveis partes do mundo, não menos importante, no Brasil”, declarou.

O post Greta diz a senadores que gestão ambiental do Brasil é “vergonhosa” apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.