Grupo de ciclistas é atropelado às margens da TO-070


Quatro pessoas ficaram feridas e duas delas precisaram de cirurgias. Motorista ainda não foi localizado. Grupo de ciclistas foi atropelado na TO-070
Reprodução
Um grupo de ciclistas denuncia ter sido atropelado enquanto descansava às margens da TO-070, entre Dueré e Formoso do Araguaia, na noite deste sábado (11). Ao todo, quatro pessoas foram atingidas. Duas delas tiveram apenas escoriações, mas as outras duas tiveram ferimentos graves e precisaram de cirurgias.
A vítimas informaram que o grupo era composto por cinco pessoas, mas que uma delas estava mais distante e por isso não foi atingida. Eles tinham parado a aproximadamente três metros da pista para recuperar o fôlego. Segundo os ciclistas, o carro estava desgovernado e por isso invadiu o acostamento e os atropelou.
O local onde o acidente aconteceu não tem sinal de telefone. As vítimas disseram que o condutor do veículo disse que iria até a cidade para chamar o socorro. Ele não foi mais visto depois deste momento. Ambulâncias apareceram no ponto da batida logo em seguida. Imagens registradas pelos ciclistas mostram as bicicletas danificadas no chão ao lado da estrada.
Os ferimentos mais graves foram de duas mulheres. Uma delas, fraturou a tíbia em três lugares, teve uma perfuração na coxa e alguns cortes no rosto. Ela está internada no Hospital Regional de Gurupi para uma cirurgia.
A outra teve um ferimento profundo na panturrilha e sofreu uma pancada forte na cabeça. Ela já passou por cirurgia e está em um hospital particular, também em Gurupi. A tomografia inicial, de acordo com os amigos dela, não indicou nenhuma sequela.
A Polícia Militar informou que não foi acionada e por esse motivo não registrou a ocorrência. Familiares das vítimas informaram que todos foram levados diretamente ao hospital e que ainda não registraram um boletim de ocorrência sobre o caso.
Imagens mostram as bicicletas danificadas após o acidente
Reprodução
Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.