Holanda rebate acusação de homofobia feita por Douglas Souza, do vôlei

Autoridades holandesas rebateram acusação do jogador Douglas Souza de que ele ficou 15 horas em aeroporto do país por causa de homofobia.

O porta-voz do Real Macheralato da Holanda – uma das Forças Armadas da nação européia – afirmou que o atleta e o namorado, Gabriel Campos, tiveram problemas por causa da proibição que vigora atualmente entre voos do Brasil e da Holanda devido à pandemia.

Leia a matéria completa no Guia Gay Brasília, parceiro do Metrópoles.

O post Holanda rebate acusação de homofobia feita por Douglas Souza, do vôlei apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.