Homem degola dois gatos para se vingar da mulher, dona dos animais

 
Um homem de 26 anos de idade foi preso em Belo Oriente, na Região do Rio Doce, na última terça-feira (14/9), acusado de praticar violência doméstica, maus tratos contra animais e ameaça. A vítima desse homem é uma mulher de 21 anos, que foi agredida por ele, com socos e chutes, depois que voltaram de um bar.
 
Não satisfeito com as agressões contra a sua companheira, o homem resolveu se vingar dela de uma forma macabra. Pegou os dois gatinhos de estimação dela e decepou as cabeças dos bichos.
 
Furioso, foi até à casa da irmã de sua companheira e começou a atirar objetos no quintal da casa. E gritou que não queria mais viver com sua companheira e que iria matá-la.
 
A Polícia Militar foi acionada, e uma viatura policial seguiu para a casa do agressor. Lá, os policiais encontraram poças de sangue pela casa, e na sala, a cabeça de um dos gatos, ensanguentada.
 
Os policiais conversaram com o homem, que contou a eles que matou os animais para não matar sua companheira. Disse que agrediu a mulher quando voltavam de um bar, porque ela o empurrou. Segundo contou aos policiais, ele advertiu a mulher para não o empurrar novamente, mas ela desobedeceu. Foi quando ele partiu para as agressões.
 
De acordo com a vítima, algumas amigas passaram de carro no momento em que o homem a agredia e a socorreram, dando carona até a residência de sua irmã. O homem foi atrás e fez ameaças. Quando tudo ficou mais calmo, a mulher resolveu voltar para casa, e encontrou seus gatos degolados.
 
Desesperada com a cena, a mulher ainda se lamentava pela morte dos gatos, quando o homem, que estava na casa, apareceu de repente e colocou uma faca no pescoço da companheira. Por pouco ela não teve o mesmo destino dos gatos.
 
A receber voz de prisão, o homem resistiu e deu uma cabeçada em um dos policiais. Mas acabou sendo contido e levado para a Delegacia de Polícia Civil.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.