Ibovespa perde R$ 670 milhões em valor em 3 meses com crise política

A crise política que não tem dado trégua nos últimos tempos tem atingido em cheio o principal indicador da Bolsa de Valores brasileira, o Ibovespa.

Levantamento realizado pela Economática, plataforma de informações financeiras, mostra que as empresas listadas no Ibovespa perderam R$ 669,7 bilhões em valor de mercado em três meses – entre o dia 7 de junho e 9 de setembro.

+ Ibovespa sobe com trégua na tensão institucional e exterior benigno

Depois de atingir recorde no dia 7 de junho, aos 130.776 pontos, principal indicador da B3, despencou mais de 11% de lá para cá e voltou ao patamar de  115.000 pontos.

Na quarta-feira (8), um dia depois dos ataques do presidente Jair Bolsonaro ai ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Alexandre de Moraes, e o aumento da tensão política no País, o Ibovespa levou um tombo de mais de 4%.

Já na quinta-feira (9), o mercado financeiro viu com bons olhos a entrada em campo do ex-presidente Michel Temer que escreveu o manifesto para diminuir a tensão entre os poderes e o Ibovespa fechou em alta de 1,72%.

Nesta sexta-feira, o indicador até ensaiou uma recuperação, mas pressionado por alguns papéis, operava em queda de 0,79% às 17h07.

O post Ibovespa perde R$ 670 milhões em valor em 3 meses com crise política apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.