Júri de mãe de Rafael Winques é adiado para março de 2022 pela Justiça de Planalto


Devido aos ataques ao sistema do Tribunal de Justiça do RS e à necessidade de licitar empresa para prestar apoio ao julgamento, juíza determinou mudança da data, que seria em novembro. Rafael Mateus Winques está desaparecido desde sexta-feira
Divulgação/Polícia Civil
O júri do caso Rafael Winques foi transferido do dia 8 de novembro deste ano para 21 de março de 2022, por decisão da juíza de Planalto, Marilene Parizotto Campagna, assinada na última segunda-feira (13).
Ao G1, o advogado da ré, Jean Severo, afirmou que a defesa entende os motivos do judiciário para a remarcação. “Porém a acusada não pode sofrer nenhum prejuízo pela nova data aprazada para o julgamento, 21/03/22. Vamos pedir a revogação da prisão preventiva Alexandra tem todas as condições de responder ao processo em liberdade”, afirma. O pedido de deve ser encaminhado nesta terça (14).
Morte de menino completou 1 ano em maio
A mãe de Rafael, Alexandra Dougokenski, está presa pelo crime, que ocorreu em maio do ano passado, na cidade do Norte do estado. Ela responde por homicídio qualificado (motivo torpe, motivo fútil, meio cruel, dissimulação e recurso que dificultou a defesa), a acusada responderá pelos crimes conexos de ocultação de cadáver, falsidade ideológica e fraude processual.
Na decisão, a magistrada explica que a mudança se deve a contratempos no cronograma original de realização do julgamento, afetado pelo ataque cibernético aos sistemas do Tribunal de Justiça do RS e os trâmites processo de licitação para contratação de empresa de apoio ao evento.
A juíza, no mesmo documento, manteve a prisão de Alexandra.
Rafael Mateus Winques foi morto aos 11 anos. Ele desapareceu no dia 15 de maio e foi encontrado, 10 dias depois, em uma caixa de papelão colocada no terreno da casa vizinha onde vivia com a mãe. A causa da morte indicada pela perícia foi asfixia mecânica, provocada por estrangulamento.
VÍDEOS: Tudo sobre o RS
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.