Justiça condena dupla por homicídio, estupro e sequestro em Gravatal

Dois homens, um de 20 e o outro de 25 anos foram condenados pelo Tribunal do Júri da Comarca de Armazém, no Sul do Estado. A dupla respondia a um processo no MPSCMinistério Público de Santa Catarina), por homicídio, furto, sequestro e estupro cometidos em Gravatal, também na região sulina.

O crime foi cometido no dia 5 de novembro de 2019. Eles mataram um homem após uma discussão referente a uma dívida de R$50 reais, envolvendo uma negociação de um cachorro. Um deles também foi sentenciado pelo furto de objetos da vítima, assassinada por asfixia, após ser estrangulada e alvo de golpes com uma faca.

A dupla também foi acusada de estuprar duas jovens na cena do crime, sendo uma delas a companheira do homem já morto pelos criminosos, uma adolescente. A outra mulher também foi abusada já na casa dos acusados, ambas foram sequestradas e sob ameaça de faca até a residência dos bandidos.

As duas jovens conseguiram fugir após serem deixadas em outro local.

Dupla é condenada pelo TJ com base em sequência de crimes no ano de 2019. – Foto: Reprodução

Os réus foram condenados por crimes de homicídio triplamente qualificado por motivo fútil, como considera a promotora de justiça Gabriela Arenhart “O Conselho de Sentença analisou uma sequência de fatos terríveis contra as vítimas. O princípio, um homicídio mediante, asfixia, por motivo fútil, sem dar chance de defesa ao ofendido, com posterior subtração de pertences do falecido. Ato contínuo, as jovens foram submetidas a uma atmosfera de medo, mantidas em cárcere, e estupradas em razão das constantes ameaças, tudo isso na presença de um bebê, filho de uma delas”, relatou, a promotora.   

O processo segue em segredo de justiça. A decisão poderá ser passível a recurso.

 

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.