Justiça Federal arquiva investigação contra Lula por suspeita de tráfico de influência internacional

Em delação premiada, ex-presidente da OAS disse que contratou o ex-presidente para fazer palestra na Costa Rica com a finalidade de influenciar o governo do país a fazer negócios com a construtora. Justiça arquiva investigação contra Lula por suposto tráfico de influência a favor da OAS
A Justiça Federal em São Paulo arquivou uma investigação contra o ex-presidente Lula por suspeita de tráfico de influência internacional.
Em delação premiada, o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro disse que contratou Lula para fazer uma palestra na Costa Rica com a finalidade de influenciar o governo do país a fazer negócios com a construtora.
A Justiça atendeu a um pedido da defesa de Lula e do Ministério Público, que alegou baixa precisão do relato de Léo Pinheiro. Na decisão, a juíza Maria Ayoub também mencionou que o suposto crime já prescreveu.
A defesa do ex-presidente Lula afirmou que os fatos confirmam que ele foi vítima de manobras jurídicas para incriminá-lo.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.