Lira: aparentemente não há crítica a preservar direito adquirido na reforma

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que não há críticas para se preservar o direito adquirido de servidores na reforma administrativa. “A comissão especial da PEC 32 será votada no dia 14 ou 15, sem obstrução. Aparentemente não há criticas ao que eu disse que manteríamos: estabilidade, manutenção de direitos adquiridos. Com redesenho e é importante que a câmara e o senado discutam para que tenhamos um estado mais leve”, disse Lira.

O post Lira: aparentemente não há crítica a preservar direito adquirido na reforma apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.