Maconha escondida no milho: apreensão recorde em SC é avaliada em R$ 53 milhões

Polícia contabilizou 24,5 toneladas de maconha em um caminhão na BR-101; esta foi a maior apreensão da droga na história de Santa Catarina

Uma ação conjunta da PF (Polícia Federal) e PRF (Polícia Rodoviária Federal) resultou na maior apreensão de maconha na história de Santa Catarina na manhã desta sexta-feira (3).

Foram encontradas 24,5 toneladas do material ilícito dentro da carga de milho de um caminhão, na BR-101, em Biguaçu, na Grande Florianópolis.

Os policiais abordaram o bitrem – caminhão de dois compartimentos-, com placas de Imaruí, por volta das 6h. O trabalho para localizar e retirar toda a quantidade de maconha que estava oculta em meio a carga de milho a granel durou mais de 5h.

O veículo foi levado até uma empresa alimentícia em São José. Lá a maconha foi separada da carga de milho.

A polícia informou que localizou e abordou o caminhão após trocas de informações entre a PF e a PRF. Não foram revelados mais detalhes sobre como se deu a descoberta.

33O motorista do caminhão é catarinense, e tem 46 anos. Ele foi conduzido até a sede da Polícia Federal em Florianópolis para prestar esclarecimentos. O homem disse que levaria a carga até o Sul do Estado. O investigado responderá pelo crime de tráfico de drogas. A pena é de cinco a 15 anos de reclusão – Divulgação/PRF

Policiais abordaram o bitrem - caminhão de dois compartimentos-, com placas de Imaruí, por volta das 6h desta sexta (3) - Divulgação/PRF

13Policiais abordaram o bitrem – caminhão de dois compartimentos-, com placas de Imaruí, por volta das 6h desta sexta (3) – Divulgação/PRF

23O caminhão foi localizado e abordado após trocas de informações entre a PF e PRF – Divulgação/PRF

33O motorista do caminhão é catarinense, e tem 46 anos. Ele foi conduzido até a sede da Polícia Federal em Florianópolis para prestar esclarecimentos. O homem disse que levaria a carga até o Sul do Estado. O investigado responderá pelo crime de tráfico de drogas. A pena é de cinco a 15 anos de reclusão – Divulgação/PRF

13Policiais abordaram o bitrem – caminhão de dois compartimentos-, com placas de Imaruí, por volta das 6h desta sexta (3) – Divulgação/PRF

O motorista do caminhão é catarinense e tem 46 anos. Ele foi conduzido até a sede da Polícia Federal em Florianópolis para prestar esclarecimentos.

O homem disse que levaria a carga até o Sul do Estado. O investigado responderá pelo crime de tráfico de drogas, que tem pena de cinco a 15 anos de reclusão.

Confira o vídeo:

24,5 toneladas de maconha foram encontradas em meio à carga de milho, em Santa Catarina – Vídeo: Divulgação/PRFhttps://b7df108473ad9daca9c303900fc67511.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Apreensões históricas de maconha nos últimos meses

As 24,5 toneladas de maconha encontradas neste fim de semana em Santa Catarina batem um recorde que é recente no Estado.

No dia 30 de junho deste ano, a PRF e a PF apreenderam outro caminhão carregado de 24,27 toneladas da droga, na BR-282, em Rancho Queimado.

A droga também estava em um bitrem, este com placas de Aberlado Luz, na região Oeste catarinense.PF e PRF apreenderam 24,27 toneladas de maconha em junho de 2021 – Foto: PF/Divulgação/NDPF e PRF apreenderam 24,27 toneladas de maconha em junho de 2021 – Foto: PF/Divulgação/ND

A apreensão foi parecida, visto que a maconha estava oculta em meio à carga de soja. O motorista era um catarinense de 32 anos, natural de Abelardo Luz, que afirmou que levaria a carga até Palhoça, na Grande Florianópolis, onde se encontraria com outra pessoa que conduziria o caminhão até o  término do trajeto em São Francisco do Sul.https://b7df108473ad9daca9c303900fc67511.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Assim como no caso desta sexta, ele foi preso em flagrante e encaminhado à sede da Polícia Federal, na Capital, e responderá pelo crime de tráfico de drogas. A Polícia Federal investiga a participação de outras pessoas no crime, e a possível conexão entre os dois casos.

Um pouco mais tarde, no dia 11 de julho deste ano, ocorreu a maior apreensão de maconha da história do Brasil, em Deadópolis, no Mato Grosso do Sul.

A interceptação foi feita também em um caminhão com carga de soja, que escondia 36,5 toneladas da droga. Segundo a investigação, a maconha estava sendo transportada para o Porto de Santos (SP).PMRv do MS apreendeu 36,5 toneladas de maconha em meio à carga de soja – Foto: Ministério da Justiça/Divulgação/NDPMRv do MS apreendeu 36,5 toneladas de maconha em meio à carga de soja – Foto: Ministério da Justiça/Divulgação

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.