Mais dois casos de golpe do falso funcionário são registrados em JF

Mais dois casos do crime conhecido como golpe do falso funcionário foram registrados pela Polícia Militar, nesta sexta-feira (10), em Juiz de Fora. Nas duas ocorrências as vítimas são idosos. A primeira é de uma aposentada, de 79 anos, que perdeu quase R$ 8 mil. O outro caso é um mecânico, 64, que teve prejuízo de R$ 2.500.

O caso da aposentada foi registrado no Bairro Bandeirantes, na Zona Nordeste. De acordo com o Registro de Eventos de Defesa Social (Reds), ela relatou que recebeu a ligação de uma pessoa que se identificou como funcionário do banco do qual ela é cliente, informando que o cartão de crédito dela havia sido clonado. Segundo a pessoa do outro lado da linha, outro funcionário da instituição bancária iria ligar para ela, para orientá-la sobre quais procedimentos deveria fazer para cancelar e realizar a troca do cartão.

Depois dessa ligação inicial, a vítima recebeu outro telefonema de uma pessoa que também se apresentou como funcionária do banco e lhe repassou várias informações. O falso funcionário ainda afirmou para a aposentada que um motoboy do banco iria até a casa dela para buscar o cartão a fim de realizar a devida substituição.

Conforme a vítima, ela também foi orientada a escrever uma carta de próprio punho para que fosse entregue ao motoboy. O estelionatário ainda ditou um texto para que a aposentava escrevesse. Segundo a mulher, depois de cerca de dez minutos, o motociclista chegou na residência dela. A vítima, então, entregou seu cartão juntamente com a carta.

Mais tarde, quando filho da vítma chegou em casa e tomou conhecimento do ocorrido, explicou para sua mãe que ela tinha sido vítima de uma fraude. Eles tentaram realizar o bloqueio do cartão, mas foram informados pelo banco que saques e compras já tinham sido realizados no valor de R$ 7.972. Diante do crime, ela procurou a gerência do agência bancária, sendo orientada a registrar o caso para que providências possam ser tomadas futuramente.

Mensagem via WhatsApp

O golpe contra o mecânico foi registrado no Bairro Carlos Chagas, na Zona Norte. Segundo a vítima, em relato no Reds, primeiro ele recebeu uma mensagem via WhatsApp, que seria do seu banco, informando que sua conta estava bloqueada. Mas como tinha outras pendências para resolver, não tomou nenhuma providência de imediato. Posteriormente, recebeu uma ligação de uma pessoa que se passou como funcionário da instituição bancária, informando que sua conta estava bloqueada e, para reverter a situação, ele deveria acessar o aplicativo do banco no celular e seguir as orientações que lhe foram repassadas.

Segundo o mecânico, ele realizou todos os procedimentos e, ao final, foi informado que sua conta estava liberada novamente. Mais tarde, ao acessar o aplicativo, ele verificou que os procedimentos realizados, na verdade, fizeram com que ele realizasse um Pix no valor de R$ 2.500 em nome de outra pessoa. Ele procurou a agência, mas já não era possível verificar os dados da transferência realizada. Ele também foi orientado a registrar o crime para providências futuras.

O post Mais dois casos de golpe do falso funcionário são registrados em JF apareceu primeiro em Tribuna de Minas.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.