Mourão diz que Bolsonaro fez mea-culpa e abriu caminho para diminuir tensão no país

O vice-presidente afirmou que Jair Bolsonaro teve ‘grandeza moral’, ao comentar o recuo do presidente em relação às declarações de cunho golpista do 7 de setembro. Mourão diz que presidente Bolsonaro teve ‘grandeza moral’ de fazer mea-culpa
O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, se manifestou nesta sexta-feira (10) sobre o recuo do presidente Bolsonaro em relação às declarações de cunho golpista do 7 de setembro. Mourão disse que o presidente Jair Bolsonaro fez um mea-culpa ao divulgar a mensagem de quinta-feira (9).
“O presidente tomou essa iniciativa, né? Então o presidente Bolsonaro teve a grandeza moral de entender e colocou por escrito que ele usou palavras fortes, que ele foi tomado ali pela emoção no momento, o calor da disputa, vamos falar assim, não é? E fez o seu mea-culpa. É entendido que ele teve uma conversa preliminar com o ministro Alexandre de Moraes. Consequentemente eu vejo um caminho aberto para esse retorno do diálogo entre os dois Poderes. Diálogo respeitoso, cada um atuando na sua esfera de atuação. E consequentemente diminuindo a tensão do país e fazendo com que as pessoas retomem o seu dia a dia normal e deixe de abrir os jornais ou assistir à televisão todo dia esperando qual é a briga de hoje”, afirmou Mourão.
Encontro em São Paulo
Nesta sexta-feira, o ministro Alexandre de Moraes atendeu a um pedido de audiência do ministro da Justiça, Anderson Torres, e o recebeu para uma conversa, em São Paulo.
Sobre o encontro, que durou mais de quatro horas, Torres declarou: “Conversa republicana que precisa e deve ser conduzida pelo Ministério da Justiça que visa ao futuro das boas relações institucionais no Brasil.”
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.