Mulher denuncia que ex-namorado a ameaçou de morte e colocou fogo em sua casa, em Itapaci


Segundo a dona de casa, ele não aceita o fim do namoro, que durou três meses. Ameaças foram feitas por mensagem: “Não vou te avisar mais não”. Mulher diz que ex-namorado colocou fogo em sua casa, em Itapaci, Goiás
Reprodução/Arquivo Pessoal
Uma dona de casa de 50 anos registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil depois de ser ameaçada de morte e ter a casa incendiada em Itapaci, no centro de Goiás. Ela conta que o principal suspeito é o ex-namorado, de 26 anos, que não aceita o fim do namoro, que durou três meses.
“Estou escondida na casa de uma parente, em outra cidade, há uma semana, com medo das ameaças. Tive que tirar o resto das minhas coisas depois que ele botou fogo e ir embora. Ele disse para uma tia que no dia em que me ver, vai me matar”, desabafou a mulher.
O G1 não conseguiu contato com o ex-namorado até a publicação desta reportagem. A Polícia Civil investiga o caso.
Segundo a dona de casa, o incêndio aconteceu na quarta-feira (8) e a polícia esteve na residência dela, mas o ex-namorado não foi localizado no bairro.
As ameaças de morte foram feitas por mensagens de voz e até por recado riscado na porta da casa dela (veja abaixo). A mulher relata que desde o fim do namoro, há poucas semanas, o rapaz pulou o muro da residência, dias antes de colocar fogo, arrombou a porta e deixou as mobílias reviradas.
Ex-namorado deixa ameaça riscada na porta da casa de mulher em Itapaci, Goiás
Reprodução/Arquivo Pessoal
“Não vou te avisar mais não. Você não tem medo de mim, não é? Depois não reclama. Você quer problema comigo, então vai me conhecer do jeito que eu sou”, disse o suspeito em mensagem de voz enviada à mulher.
O jovem deixou uma mensagem de ameaça riscada na porta de entrada da casa da mulher, após arrombar e revirar a casa: “Eu vou descobrir, ok”. Ela acredita que o texto se refere à sua localização após fugir da cidade.
A dona de casa conta que terminou o namoro há cerca de duas semanas e que o rapaz morou na casa aproximadamente por dois meses. Ainda segundo relatos da mulher, o homem usa drogas e fica muito violento.
“Só volto para casa no dia que ele for preso. Se eu voltar antes disso, ele pula o muro e me mata. É muito arriscado”, lamenta.
Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
Homem é suspeito de colocar fogo na casa de ex-namorada por não aceitar fim do relacionamento, em Itapaci, Goiás
Reprodução/Arquivo Pessoal
VÍDEOS: notícias de Goiás
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.