Negros recebem remuneração menor no setor publicitário, diz estudo

A primeira edição do estudo “Sustentabilidade Racial” mostra que a população negra é minoria em todos os cargos do setor de publicidade no Brasil e também recebe um salário menor do que os brancos. O objetivo da pesquisa é dar visibilidade às informações sobre desigualdades socioeconômicas entre brancos e negros.

Os indicadores foram calculados a partir dos dados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), do Ministério da Economia. A pesquisa completa pode ser acessada no site da iniciativa. O grupo planeja, em breve, mapear outros setores.

+ Google diz que vai restringir publicidade dirigida para menores de 18 anos

No ponto da remuneração média da população negra, um exemplo que a pesquisa usou mostra a diferença de salário de pessoas negras em cargos de diretoria que recebem, em média, 54,3% do salário de uma pessoa branca. Em posições mais baixas esse valor chega a 68,7%.

Ainda sobre a remuneração, em média, uma mulher negra recebe menos da metade (45%) da remuneração de um homem branco. Homens negros também são desfavorecidos, recebendo em média 54% da remuneração de um homem branco. Por fim, uma mulher branca também tem uma remuneração menor, em média, recebendo cerca de 81% do que recebe um homem branco.

O estudo ressalta que entre 2006 e 2010 houve uma redução da desigualdade salarial tanto para homens negros como para mulheres negras. Desde então, porém, a desigualdade tem aumentado, chegando a seu máximo no último ano com dados disponíveis, 2017.

O post Negros recebem remuneração menor no setor publicitário, diz estudo apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.