Neymar é o maior craque do Brasil, mas segue lidando mal com críticas

O Brasil venceu o Peru por 2 x 0 nesta noite de quinta (9/9), no último dos três jogos programados nesta janela internacional. Neymar fez um dos gols e chegou a 69 gols pela Seleção Brasileira, em 113 jogos. É o segundo maior artilheiro da Seleção, atrás apenas de Pelé, que tem 77 (em jogos considerados oficiais, 92 no total, como conta a CBF) – e tudo indica que ele irá ultrapassar o Rei. É um grande craque, que, porém, parece mostrar que não consegue lidar bem com as críticas, justas ou injustas.

Na saída de campo, depois de um jogo morno do Brasil contra o Peru, mas bom dele, o atacante reclamou. Ao ser perguntado pelo repórter Eric Faria, da Globo, sobre ter se tornado o maior artilheiro do Brasil nas Eliminatórias, ele desabafou. “Coletivo é o mais importante, sempre prezei isso. Ao mesmo tempo, fico muito contente de ser de ser recordista de artilheiro das Eliminatórias, ser o maior assistente com a camisa da seleção brasileira e logo menos, se tudo caminhar bem, passar o Pelé. Estou muito feliz. Não sei mais o que faço com essa camisa para a galera respeitar o Neymar”, disse o atacante.

Leia a matéria completa no Trivela, parceiro do Metrópoles.

O post Neymar é o maior craque do Brasil, mas segue lidando mal com críticas apareceu primeiro em Metrópoles.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.