Nilson José, do DEM, é eleito prefeito em eleição suplementar de Santa Maria Madalena, RJ


Ele teve 50,82% dos votos. Eleição foi realizada porque a Justiça Eleitoral condenou o candidato eleito em 2020 por improbidade administrativa. Nilson José, do DEM, é eleito prefeito em eleição suplementar de Santa Maria Madalena, RJ
Foto: Divulgação/TSE
Nilton José, do DEM, foi eleito prefeito de Santa Maria Madalena, na Região Serrana do Rio, na eleição suplementar realizada neste domingo (12). Ele recebeu 3.527 votos, que representam 50,82% dos válidos.
Segundo dados apurados pelo Tribunal Superior Eleitoral, foram registrados 6.940 votos válidos, 40 votos brancos e 164 votos nulos.
Nilton José tem 52 anos, é casado e ocupa um cargo de vereador na cidade. O vice-prefeito eleito é Paulo Henrique de Faria Sarmento, conhecido como Riquinho Vaca Véia.
A eleição foi disputada por três candidatos. Além do prefeito eleito, também concorreram ao cargo Fabriene Clementino, do PL, e Dudu Pontes, do Republicanos.
Veja o resultado após o fim da apuração:
Nilton José (DEM)- 50,82% dos votos (3.527 votos)
Fabriene Clementino (PL)- 33,44% dos votos (2.321 votos)
Dudu Pontes (REPUBLICANOS) – 15,73% dos votos (1.092 votos)
Eleição suplementar em Santa Maria Madalena
Os eleitores de Santa Maria Madalena voltaram às urnas porque a Justiça Eleitoral condenou o candidato eleito por improbidade administrativa. Na eleição do ano passado, o então candidato Clementino da Conceição foi o que recebeu mais votos, mas o pleito estava sub judice e ele não assumiu o cargo.
Em fevereiro deste ano, o TRE-RJ tinha definido a nova data para o dia 11 de abril, mas adiou devido à pandemia de Covid-19
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.